Feriado de Corpus Christi tem queda nos acidentes em rodovias

Fiscalização foi intensificada no período com foco na Lei Seca
Fiscalização foi intensificada no período com foco na Lei Seca

Balanço divulgado pela Polícia Rodoviária Federal aponta que houve redução de 34% nos acidentes nas estradas federais no feriado prolongado de Corpus Christi. De acordo com a PRF, a queda ocorreu devido ao reforço do efetivo em trechos com maior ocorrência de colisões.

Em 2015, foram 2.002 ocorrências e, neste ano, 1.329. De 25 a 29 de maio, o órgão contabilizou 1.204 feridos – já em 2015 foram 1.439, 16% a mais. Já as mortes cresceram 8%, passando de 118 óbitos neste ano contra 109 no ano anterior.

A fiscalização da Lei Seca foi um dos focos da Operação Corpus Chisti. Em cinco dias, a PRF realizou 38 mil testes de bafômetro, com 695 autuações. Ao todo, 96 condutores foram encaminhados para a delegacia por conduzirem sob efeito de álcool.

Em todo o Brasil, 134.040 pessoas foram fiscalizadas. As abordagens resultaram em 28.750 autuações. Por ultrapassagem irregular foram 4.698 infrações. Outros 54 mil motoristas foram flagrados por radares trafegando acima do limite de velocidade permitido.

Dados apontam 134.040 pessoas fiscalizadas em todo o Brasil. As fiscalizações também resultaram em 28.750 autuações de trânsito. Ao todo, 4.698 condutores foram autuados por ultrapassagem irregular, outros 54 mil motoristas foram flagrados por radares trafegando com velocidade superior à permitida.

A atuação da PRF não se restringiu a fiscalização de trânsito e as apreensões de drogas tiveram grandes resultados neste feriado. Foram apreendidas 11,8 toneladas de maconha e 65 quilos de cocaína.

Indenizações
Dados da Seguradora Líder-DPVAT apontam que as indenizações pagas por conta de acidentes no período de Corpus Christi aumentaram a cada ano. Em relação a 2010, os registros em 2015 tiveram alta de 36%. Destaque para acidentes com motocicletas, que tiveram um crescimento de 59%, sendo que os casos de invalidez permanente para esta categoria de veículos, no mesmo período analisado, cresceram 85%.

Acidentes que resultaram em invalidez representam o maior percentual de sinistros pagos em todos os anos verificados. Em 2015, 72% dos pagamentos foram por este motivo. No feriado do ano passado, eventos com morte tiveram maior incidência no sábado e no domingo, com 60% dos registros. Os homens foram as maiores vítimas dessas ocorrências, com 77% dos pagamentos, contra 23% das mulheres. Nos anos de 2014 e 2015, pessoas com idades entre 18 e 34 anos estiveram envolvidas em mais de 50% dos acidentes de trânsito.

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Portal VOIT – www.voit.com.br

Acordo intensifica combate à exploração sexual infantil em estradas brasileiras

Instituições assinam acordo para combater exploração sexual infantil nas rodovias
Instituições assinam acordo para combater exploração sexual infantil nas rodovias

Acordo de cooperação entre o SEST SENAT e a Childhood Brasil estabelece ações mais incisivas no enfrentamento à exploração sexual de crianças e adolescentes nas rodovias brasileiras. Proposta inclui a formação de profissionais, a realização de pesquisas, produção de conteúdos didáticos e o compartilhamento de conhecimento técnico.

A aliança entre o Projeto Proteger, do SEST SENAT, e o Programa Na Mão Certa, da Childhood Brasil, vai ampliar a atuação das organizações. A partir dessa parceria, a Childhood Brasil irá compartilhar com o SEST SENAT a sua expertise técnica nessa área.

O Projeto Mapear, da Polícia Rodoviária Federal (PRF), verificou que, entre 2013 e 2014, havia 1.969 pontos vulneráveis à exploração sexual de crianças e adolescentes em rodovias federais.

Uma das estratégias do SEST SENAT é sensibilizar o trabalhador do setor de transporte a contribuir com o trabalho de enfrentamento à exploração sexual infantil. Ele é considerado fundamental no desenvolvimento das ações. Pela característica do seu trabalho, os caminhoneiros potenciais agentes de proteção da infância e da adolescência e, por isso, serão os primeiros a ser sensibilizados.

Proteger e Na Mão Certa
O Projeto Proteger tem como público-alvo trabalhadores do transporte. Conscientiza sobre a adoção de medidas no enfrentamento do crime alertando para a necessidade da denúncia. A meta do Proteger é…[LEIA MAIS]

Polícia desarticula quadrilha que furtava veículos da Jeep em Pernambuco

Pelo menos 10 jeeps Renegade foram furtados de fábrica
Pelo menos 10 jeeps Renegade foram furtados de fábrica

A Polícia Civil de Pernambuco desarticulou quadrilha que praticava furtos de veículos em fábrica da Jeep em Goiana, na Zona da Mata Norte. Um homem foi preso e parte dos veículos já foi recuperada.

Conforme informações divulgadas pelo Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri), Rodrigo Siqueira, de 33, foi preso em flagrante em Campina do Barreto, bairro da Zona Norte de Recife, com três veículos modelo Jeep Renegade. Os automóveis estavam sem documentação e seriam vendidos por R$ 70 mil, cada.

O delegado Diego Acioli explica que Lima é suspeito de participar do esquema de furtos dentro da montadora. Conforme apurado pela polícia, um ex-funcionário retirava os carros da fábrica. “Esse ex-funcionário possuía um cargo de confiança na empresa, tinha um cartão de livre acesso que dava a ele facilidade de entrar e sair sem levantar suspeitas, muitas vezes conduzindo veículos. Então, ele retirava os carros e repassava para o intermediário que repassou a Rodrigo. Este, além de ser receptador, também tinha a função de tentar legalizá-los, já que esses veículos não são cadastrados no órgão de trânsito”, detalhou.

O suspeito foi localizado depois que um despachante contratado por ele procurou…[MAIS]

Violência diminui em estradas federais no carnaval

PRF flagrou 70 mil veículos acima do limite de velocidade
PRF flagrou 70 mil veículos acima do limite de velocidade

As estradas federais tiveram redução de 48% nos acidentes durante a Operação Carnaval 2016, realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Entre sexta-feira (5) e terça-feira (9) foram registradas 1.429 ocorrências, sendo 150 graves. Mais de 1,4 mil pessoas ficaram feridas e 94 morreram.

No ano passado, entre os dias 13 e 17 de fevereiro, a operação contabilizou 2.306 acidentes, sendo 344 graves. Foram 2.306 feridos e 97 mortos.

Policiais se mobilizaram desde a última sexta em trechos considerados críticos para ampliar a segurança de usuários nas rodovias. Mesmo com o esforço na fiscalização e os trabalhos em campanhas de prevenção ao uso do álcool por motoristas, foram flagrados 1.249 condutores embriagados, sendo 153 presos.

Excessos que matam condutores que insistem em desobedecer as regras…[MAIS]

Mortes diminuem em rodovias do Paraná

Rigor na fiscalização ajudou a diminuir mortes
Rigor na fiscalização ajudou a diminuir mortes

As mortes em rodovias federais paranaenses tiveram redução de 24,5% no ano passado. Segundo balanço divulgado pela Polícia Rodoviária Federal, os óbitos caíram de 778 para 585, um total de 193 mortes a menos em relação a 2014.

Houve redução também no número de feridos, de 12,8%. Na mesma base de comparação, os registros caíram de 11.406 para 9.943.

Os casos de mortes e de feridos são os menores registrados pela PRF em cinco anos. Desde 2009, a corporação assumiu a fiscalização de cerca de 4 mil quilômetros de estradas federais que cortam o estado. Anteriormente, a PRF era responsável por 1,1 mil quilômetros.

As rodovias do Paraná estão mais seguras, segundo a polícia, por conta de mudanças nas leis de trânsito. A partir de novembro de 2014, as punições estão mais pesadas para quem comete infrações como ultrapassagens perigosas, que agora sofrem multas de R$ 1.915. Além disso, as estradas receberam mais radares de fiscalização de velocidade e o monitoramento das rodovias por câmeras aumentou. O foco das ações é coibir condutas que venham a causar acidentes graves, como ultrapassagens irregulares, abuso de velocidade e a ingestão de bebidas alcoólicas.

Do total de acidentes, a redução foi de 26% – foram…[MAIS]

PRF prende motorista que usava controle remoto para ocultar placa. [Assista ao vídeo]

Sistema burlava fiscalização eletrônica
Sistema burlava fiscalização eletrônica

Um casal estrangeiro preso por portar uma pistola de uso restrito na tarde desta segunda-feira, 4, burlava a fiscalização eletrônica de velocidade de forma inusitada. O veículo interceptado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) em uma rodovia de Cascavel, na região Oeste do Paraná, tinha um dispositivo que ocultava a placa acionado por controle remoto.

O controle estava escondido no porta-luvas do veículo de luxo, um BMW X6, com placas da Argentina. O casal alegou que pretendia passar férias em Santa Catarina.

O motorista, um ucraniano de 39 anos, portava a arma calibre .40 com 25 munições e que estava pronta para uso e com um carregador reserva. Além dele, foi presa a esposa, uma argentina de 47 anos.

Presos em flagrante por tráfico internacional de armas de fogo de uso restrito, cuja pena varia de seis a 12 anos de reclusão, os dois ocupantes portavam ainda um spray de pimenta e uma arma de choque, além do equivalente a cerca de R$ 173 mil em dinheiro e cheques, em moedas brasileira, paraguaia, argentina e norte-americana.

Já o crime de adulterar sinal identificador de veículo prevê pena de reclusão de três a seis anos. A PRF encaminhou os dois presos, as armas, o dinheiro e o veículo para a Delegacia da Polícia Federal em Cascavel.

Veja como funcionava o dispositivo no vídeo feito pela PRF:

Carros roubados
Uma megaoperação realizada pela PRF no Maranhão resultou na apreensão de 68 veículos roubados. Dezenas de pessoas foram presas em flagrante por roubo, furto e receptação de veículo, uso de documento falso e porte ilegal de arma de fogo.

Os automóveis recuperados haviam sido roubados…[MAIS]

Falha mecânica mata 160 por ano em rodovias

Apenas 7% da frota nacional passam por revisão periódica obrigatória
Apenas 7% da frota nacional passam por revisão periódica obrigatória

Sete mil acidentes e 160 mortes ocorrem todos os anos em rodovias federais por conta de defeitos mecânicos nos veículos. As colisões e óbitos poderiam ser evitados se os veículos tivessem passado por inspeções periódicas.

Segundo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), os carros só poderiam ser liberados para circular no licenciamento anual se fossem aprovados em vistorias. Os itens inspecionados seriam os sistemas de iluminação, sinalização, freios, direção, eixo e suspensão, estrutura do veículo, pneus e rodas. Entre os estados, somente o Rio de Janeiro obriga que o veículo seja vistoriado, desde 1997.

Ouvido pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT), o coordenador de educação do Departamento de Trânsito do Rio de Janeiro, João Marcelo Gueiros, a medida exigiu adequações, mas que surtiram resultados. “A inspeção é rigorosa. Se o veículo não estiver em condições, ele será retirado de circulação, o Detran não dá o licenciamento. A gente tem verificado nos acidentes que a conservação dos veículos pelos proprietários era inapropriada”, afirma.

Nas vistorias, 40 itens de segurança são verificados. João Marcelo reconhece que a medida nem sempre é bem vista pela população. Já o diretor técnico do Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV), Paulo Guimarães, lembra que é papel de todos iniciativas para que o Brasil tenha um trânsito mais seguro. “É necessário que a sociedade entenda que ela faz parte do problema, mas que também tem que fazer parte da solução. Ela deve ter a parcela de contribuição para que as coisas deem certo”, reforça.

Como a medida só é obrigatória no Rio de Janeiro, somente 7% de toda a frota nacional passa obrigatoriamente pela inspeção anual de segurança.

Problemas
Dados do Observatório apontam que a falta de manutenção é um dos…[MAIS]

PRF vai leiloar motos Harley Davidson e clássica Amazonas

Motos Harley têm lances a partir de R$ 7 mil
Motos Harley têm lances a partir de R$ 7 mil

A Polícia Rodoviária vai leiloar 110 lotes de viaturas e veículos de serviço, entre eles, 30 motocicletas Harley Davidson. O evento acontece o dia 1º de dezembro, em Brasília, e contempla veículos aptos a circulação e classificados como sucata.

As motocicletas, a maior parte com ano de fabricação 2007, têm lances iniciais de R$ 10 mil. Há ainda motocicletas da marca fabricadas em 2004 com preço inicial de R$ 7 mil. Está na relação também um modelo clássico, uma motocicleta Amazonas, ano 1986, que tem lance a partir de R$ 2 mil.

Já para os interessados em adquirir um automóvel de passeio, há opções como viaturas GM Astra. Uma delas, a de lote nº 69, apresenta bom estado de conservação e tem lance inicial de R$ 10,5 mil. Nos lotes há também modelos GM Celta, com ano de fabricação 2010, a partir de R$ 4,5 mil.

O leilão acontecerá a partir de 9h do dia 01 no auditório do Centro de Convenções da Polícia Rodoviária Federal – SPO, Setores Complementares, Quadra 03, Lote 05, Complexo Sede da PRF – Brasília / DF. Os lotes estarão em exposição entre os dias 29 e 30 de novembro no seguinte endereço: SGON – Setor de Garagens Oficias Norte, Quadra 05, Lotes 15/18 , Brasília / DF.

Leilão no Centro-Oeste Paulista
Carros e motocicletas apreendidos em Lins, Centro-Oeste Paulista, vão a leilão pela internet nesta segunda-feira, dia 30. São 1,1 mil unidades, sendo 36 com direito a documentação, ou seja, que podem voltar a circular. Os demais serão destinados para o desmonte para a revenda de peças ou reciclagem.

O leilão começa às 10h de segunda, mas as imagens…[MAIS]

Manifestação de caminhoneiros perde força com elevação de multa por bloqueio

Protestos perderam força nesta quarta
Protestos perderam força nesta quarta

As manifestações pelo país de caminhoneiros contra o aumento do diesel e pela definição da tabela mínima do frete perderam força no país no terceiro dia do ato depois que o governo federal elevou o valor da multa por bloqueios de rodovias.

Pela manhã, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) contabilizava 16 pontos de concentração de caminhoneiros em Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Tocantins. No entanto, havia pontos interditados total ou parcialmente apenas seis trechos: na BR-381, em João Monlevade (MG); BR-158, nos quilômetros 170 em Confresa e 50, em Vila Rica (MT); na BR-116, no km 54 de Panduva (SC); na BR-242, no km 5, em Taguatinga (TO); e na BR-153, no km 240, em Colinas do Tocantins (TO). Os manifestantes permitiram a passagem de ônibus, veículos de passeio e de ambulâncias.

Nesta terça-feira, 10, o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, anunciou a criação de uma Medida Provisória que elevou as multas e sanções aos caminhoneiros que obstruírem estradas. A MP, publicada na edição desta quarta-feira, 11, no Diário Oficial da União (DOU), altera o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e eleva de R$ 1.915 para R$ 5.746 a multa para quem usar veículos para interromper o fluxo em rodovias. O motorista que voltar a infringir a lei será multado em R$ 11.492.

O condutor responderá por infração gravíssima, poderá ter o veículo apreendido e a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa. Além disso, a MP prevê cortes ao infrator na concessão de incentivos e créditos para a aquisição de veículos por dez anos.

Os organizadores de movimentos que obstruam rodovias serão multados em R$ 19.154. No caso de reincidência, será aplicado o dobro do valor.

Força Nacional
Cardozo também autorizou a Força Nacional de Segurança a dar apoio à PRF..[MAIS]

“Queremos Dilma fora da presidência”, afirma líder de caminhoneiros

Caminhoneiros bloqueiam rodovia em Tianguá - CE
Caminhoneiros bloqueiam rodovia em Tianguá – CE

No segundo dia de paralisações de caminhoneiros, o líder do Comando Nacional de Transporte, Ivan Luiz Schmidt, disse que a principal reivindicação dos manifestantes é que a presidente Dilma Rousseff renuncie.

Schimidt afirma que o governo não se posicionou sobre a pauta de reivindicação dos caminhoneiros, que inclui a redução no custo do diesel e a definição da tabela mínima do frete. “A única menção [do governo] é com relação à multa”, afirmou à Agência Brasil. Segundo ele, as paralisações têm o apoio de movimentos contra o governo, como o Movimento Brasil Livre e Revoltados Online.

No segundo dia do movimento, os atos se espalharam pelo país. Já são 46 bloqueios em 14 estados. Ontem as paralisações atingiam Minas Gerais, Santa Catarina, Ceará, Goiás e Mato Grosso do Sul, conforme dados da PRF. Há pistas interditadas também em São Paulo, Mato Grosso, Espírito Santo, Rio Grande do Norte, Pernambuco e Maranhão.

Ontem, o ministro das Comunicações, Edinho Silva, disse à imprensa que o ato…[MAIS]