Lombadas eletrônicas vão identificar carros sem licenciamento no MS

Até o fim do ano serão 200 lombadas instaladas no Estado
Até o fim do ano serão 200 lombadas instaladas no Estado

A fiscalização de veículos com licenciamento em atraso e outras pendências como multas terá a tecnologia como nova aliada no Mato Grosso do Sul. Serão instaladas no Estado 200 lombadas eletrônicas até o final do ano capazes de identificar as irregularidades. Com isso, o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MS) deve aumentar o número de multas aplicada e a arrecadação.

 

Os equipamentos também serão configurados para identificar automóveis que foram furtados ou roubados. A novidade foi anunciada pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MS) e deve incluir todos os municípios do Estado. Inicialmente, dez lombadas serão instaladas em Campo Grande, Dourados e Três Lagoas. A lombada que identificar o veículo produto de furto ou roubo encaminha o alerta para o Centro de Controle Operacional (CCO) que aciona a Polícia Militar de Trânsito para fazer a busca pelas imediações de onde o automóvel foi localizado.

A central de controle também passa por um processo de…[MAIS]

Governo federal vai investir R$ 2 bilhões em radares

Pacote inclui 3,5 mil novos radares
Pacote inclui 3,5 mil novos radares

O novo plano de controle de velocidade em rodovias anunciado pelo governo federal terá investimentos de R$ 2 bilhões, segundo o Ministério dos Transportes. A contratação do serviço prevê a instalação, operação e manutenção dos equipamentos eletrônicos para fiscalização de excesso de velocidade.

O coordenador geral de Operações Rodoviária do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Alexandre Fernandes, afirma que os investimentos vão refletir na segurança dos usuários das rodovias federais. “O novo programa é uma ferramenta fundamental para a redução do número de acidentes e também a de vítimas nas rodovias federais”, enfatizou.

Pelo novo plano, devem ser instalados 3,5 mil radares e 7 mil faixas monitoradas. Segundo o DNIT, os pontos…[MAIS]