Estradas paulistas oferecem conexão à internet de graça

Três rodovias no interior de São Paulo passam a oferecer ao motorista pontos gratuitos de acesso à internet. A tecnologia ainda é pioneira, mas será adotada em mais trechos da malha rodoviária paulista, como prevê a nova fase do programa do governo paulista de concessões fiscalizado pela ARTESP – Agência Reguladora de Transportes do Estado de São Paulo.

Quem transitar pelas rodovias SP-225 João Baptista Cabral Rennó, SP-327 Orlando Quagliato e SP-270 Raposo Tavares, no total de 834 quilômetros entre Presidente Epitácio e Bauru, encontrará em uma das 12 bases do SAU – Serviço de Atendimento ao Usuário, sinais de rede Wirelesse (Wi-Fi). Para utilizar a rede, o usuário deverá solicitar login e senha pelo CART Atende nos próprios SAUs. A comunicação com a central de atendimento da concessionária é gratuita e a ligação é feita por um moderno sistema de atendimento por telepresença. Pela conexão Wi-Fi é possível acessar aplicativos, redes sociais, entre outros, direto do celular, tablet ou notebook.

Responsável pelas estradas que oferecem a novidade, a CART – Concessionária Auto Raposo Tavares é a primeira do Estado de São Paulo a oferecer internet Wi-Fi gratuita em todas as bases de atendimento ao usuário. “Temos orgulho em oferecer ao usuário a experiência de trafegar por rodovias conectadas, iniciativa alinhada às propostas de modernização do programa de concessão de rodovias do governo de São Paulo, regulamentado pela ARTESP. Além de toda infraestrutura existente para o descanso de quem faz a parada nos SAUs, a novidade torna-se uma opção de descontração e também utilidade para quem precisa se comunicar por aplicativos de mensagem instantânea”, explica Luís Carlos Guimarães, gerente de operações da CART.

Outro objetivo da CART ao implementar a rede de conexão à internet sem fio nas bases de atendimento é a segurança. Usar o celular ao volante é uma atitude que pode colocar em risco a vida do motorista e a de terceiros, além de ser infração de natureza gravíssima, conforme o artigo 252 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que prevê multa de R$ 293,47 e sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Por isso, a dica da CART é que o motorista utilize o celular enquanto estiver parado ou descansando em uma das bases.

Tecnologia
Outras ferramentas tecnológicas facilitam a vida do usuário que trafega pelas rodovias. As bases de apoio do Corredor Raposo Tavares são equipadas com sistema de telepresença adotado pela concessionária com o objetivo de melhorar o atendimento ao usuário nas rodovias. Através dele, é possível obter informações precisas sobre a rodovia, visualizar mapas, traçar rotas, verificar as condições de tráfego, atrações turísticas da região e até saber a previsão do tempo.

A teleconferência é feita com uma atendente direto do CCO (Centro de Controle Operacional) da CART, área que monitora toda a rodovia e coordena a logística da prestação de serviços. O atendimento é feito por uma tela de alta definição de 65 polegadas.

As bases do SAU funcionam 24 horas por dia. São pontos de apoio para as equipes de inspeção rodoviária e é onde ficam os guinchos pesados e superpesados, inspeguinchos, ambulâncias e os profissionais das equipes de resgate.

Pedágio e viagem de ônibus passam por reajustes em SP. Saiba valores

Tarifa de pedágio terá alta de 9,32% em praças de rodovias paulistas
Tarifa de pedágio terá alta de 9,32% em praças de rodovias paulistas

Trafegar por estradas paulistas sob concessão ficará mais caro a partir desta sexta-feira, 1º, quando passa a valer o reajuste de 9,32% nas tarifas de pedágio. O reajuste, autorizado pela Agência de Transportes de São Paulo (ARTESP) tem como base o IPC-A acumulado de doze meses, como estipulado em contratos de concessão. Ao mesmo tempo, a Agência anuncia alterações na tabela do transporte público intermunicipal de passageiros.

A receita dos pedágios viabilizou R$ 4,7 bilhões em obras, manutenção e recuperação da malha concedida. Outros R$ 450 milhões foram repassados para prefeituras relativos a impostos. A verba pode ser usada pelas administrações municipais para investimentos em prioridades.

O início de pedágio na Rodovia dos Tamoios também começa a partir desta data. A concessionária só poderia iniciar a operação das praças quanto atingisse 6% das obras de duplicação do trecho de serra, entre outras exigências previstas em contrato.

As praças dos quilômetros 15,7 e 56,6 passarão a cobrar, respectivamente, R$ 3,50 e R$ 6,20. A tarifa é parte da remuneração que irá viabilizar a construção de 21,6 quilômetros de novas pistas para a duplicação do Trecho de Serra da rodovia – obra orçada em R$ 2,6 bilhões.

ACESSE O LINK PARA CONSULTAR OS NOVOS VALORES DE PEDÁGIO NAS PRAÇAS DAS CONCESSIONÁRIAS.

Transporte
O sistema de transporte intermunicipal de passageiros terá novo valor a partir do dia 5 de julho. O percentual estabelecido de 9,56% representa a recomposição dos custos operacionais do sistema, variações de itens como diesel, que aumentou 10,28%, além do reajuste de 9,33% dos salários da categoria.

Outro componente é o preço dos ônibus suburbanos e rodoviários novos, que sofreram aumento de 16,23% e 22,32% respectivamente. Os passageiros que viajam com frequência podem comprar seus bilhetes rodoviários antes do reajuste – as passagens têm validade de 12 meses. 

 

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Portal VOIT – www.voit.com.br

 

ARTESP vai regulamentar comunicação com usuários de rodovias

Portaria padroniza atendimento de 0800 e ouvidorias
Portaria padroniza atendimento de 0800 e ouvidorias

A Agência de Transporte do Estado de São Paulo (ARTESP) abriu consulta pública para regulamentar seus Sistemas de Relacionamento com os Usuários, realizados por número de telefone 0800 e demais canais de atendimento, e de Ouvidorias das empresas reguladas e fiscalizadas pelo órgão. A regulamentação tem o objetivo de aprimorar os serviços prestados aos usuários das rodovias sob concessão e os do transporte intermunicipal de passageiros.

Consulta permite aos usuários encaminharem suas contribuições e pedidos de esclarecimentos a respeito das portarias propostas, etapa que visa dar transparência ao processo e promover participação social.

A portaria prevê que as empresas ofereçam Sistema de Relacionamento composto de telefone 0800, e-mail, formulário eletrônico em site assim como aplicativos, mídias sociais e ferramentas de troca instantânea de mensagens. Todos os atendentes devem estar aptos a receber e resolver qualquer tipo de demanda. Os atendimentos de emergência, assim como pedidos de informações e alterações de serviço contratado estarão disponíveis 24 horas por dia.

O consumidor jamais terá sua ligação finalizada antes da conclusão do atendimento. O acesso a um atendente não ficará condicionado ao prévio fornecimento de dados. Será vetado solicitar que o usuário repita sua demanda após o registro do primeiro atendente. Prazos para resposta são de até um dia útil, a depender do caso. Portaria define ainda a mensuração dos índices de qualidade do atendimento.

Ouvidorias
A agência também fixará normas para o funcionamento das ouvidorias. Entre elas, a certificação de ouvidores para assumirem a função. Também prevê expediente das 8h às 18h, de segunda a sexta feira e que todas as manifestações permaneçam em sistema e à disposição da ARTESP pelo prazo mínimo de cinco anos.

No caso dos atendimentos telefônicos, os áudios devem ser armazenados por pelo menos dois anos. As Ouvidorias deverão disponibilizar meios para os usuários acompanharem suas manifestações e dar ampla divulgação de seus canais de atendimento. A ARTESP irá analisar todos os casos em que os usuários avaliarem as respostas recebidas como “insatisfatória” ou “não solucionada”, entre outras situações.

Os interessados em participar poderão analisar todos os critérios previstos nas minutas publicadas no site da Agência no link a seguir e enviar suas considerações até às 18h do dia 28 de julho por meio do formulário disponível na mesma página: www.artesp.sp.gov.br/transparencia-consultas-publicas.html. Durante o período de Consulta Pública, a ARTESP divulgará em seu site as contribuições recebidas. Os contatos dos participantes não serão divulgados.

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Portal VOIT – www.voit.com.br

Sai edital da licitação de transporte intermunicipal em SP

Licitação prevê total renovação operacional para atender as demandas que surgiram com o desenvolvimento do Estado
Licitação prevê total renovação operacional para atender as demandas que surgiram com o desenvolvimento do Estado

O edital de concessão do sistema de transporte intermunicipal de passageiros em São Paulo foi publicado na edição desta sexta-feira, 24, no Diário Oficial do Estado (DOE-SP). A licitação, de acordo com a agência estadual de transporte – ARTESP – envolve viagens de alta demanda como Santos – São Paulo, Bauru – Campinas e Jundiaí – São Paulo e prevê total renovação operacional para atender as demandas que surgiram com o desenvolvimento do Estado.

Novo modelo de gestão e prestação de serviços trará novidades. A frota será renovada ao longo da concessão e haverá ar-condicionado nos ônibus que fazem o percurso de longa distância. O atendimento aos passageiros nos terminais será automatizado e ficará mais rápido. Todas as linhas, apesar das mudanças, serão mantidas, assim como o preço das tarifas.

Durante a escolha dos vencedores da concessão não haverá problemas com a diminuição dos serviços prestados.

O sistema passará a ser dividido em cinco áreas operacionais: Campinas, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, Bauru e Santos. Serão licitadas todas as linhas intermunicipais, exceto as de regiões metropolitanas atualmente reguladas pela EMTU. A concorrência se dará pela maior oferta de outorga, sendo os valores assim distribuídos:

Área de Operação 1 (Campinas) – R$ 93.318.760,00

Área de Operação 2 (Ribeirão Preto) – R$ 58.005.990,00

Área de Operação 3 (São José do Rio Preto) – R$ 26.375.820,00

Área de Operação 4 (Bauru) – R$ 13.220.380,00

Área de Operação 5 (Santos) – R$ 34.478.610,00

Os serviços serão explorados pela iniciativa privada por 15 anos e as empresas farão um repasse de R$ 2,7 bilhões neste período. Vencedoras de cada lote serão conhecidas depois de concluída a concorrência internacional. Empresas, que incluem atuais operadoras, poderão formar consórcios para participar da disputa. A abertura dos envelopes com as propostas será realizada no dia 25 de agosto, na sede da ARTESP, na capital.

Desde 1989, o sistema é operado por permissionárias que, atualmente, atendem 152,8 milhões de passageiros por ano em percursos que totalizam 425 milhões de quilômetros. A partir da concessão, o sistema será mais dinâmico em horários, destinos, origens e itinerários das viagens. Haverá renovação das frotas e melhorias no sistema de atendimento ao usuário e venda de passagens.

 

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Portal VOIT – www.voit.com.br

 

 

Conheça os pontos com maior incidência de neblina nas estradas paulistas

Veja quais os cuidados devem ser tomados ao dirigir sob neblina
Veja quais os cuidados devem ser tomados ao dirigir sob neblina

A chegada do inverno aumenta muito a incidência de neblina em vários pontos do Estado de São Paulo. O risco de acidentes nas rodovias também é alto neste período. Uma série de medidas são adotadas pela ARTESP (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) para garantir a segurança dos usuários de estradas concedidas à iniciativa privada.

Com a visibilidade comprometida, motoristas estão sujeitos a envolverem-se em colisões traseiras, choques com obstáculos fora da pista, entre outros, como engarrafamentos, já que o condutor só percebe o acidente à frente quando chega muito perto.

De acordo com a Agência, as rodovias recebem neste período reforço na sinalização vertical e horizontal, veiculação de mensagens nos painéis eletrônicos com alertas, campanhas educativas e até a suspensão de obras nas vias em trechos mais críticos.

No Sistema Anchieta-Imigrantes, onde o fenômeno é mais frequente, os carros que seguem no sentido litoral são represados nas praças de pedágio sempre que a visibilidade fica abaixo dos 100 metros. Os veículos saem escoltados pela Polícia Rodoviária a uma velocidade de 40 km/h como medida de segurança.

Pontos críticos
Trechos de serra e baixadas são os mais sujeitos à ocorrência de neblina. Os períodos de maior incidência são no começo da manhã e madrugada. A ARTESP e as concessionárias listaram pontos onde é mais comum haver neblina nesta época do ano em rodovias sob concessão. Mas o motorista precisa estar atento em todas as viagens, já que o fenômeno e observado em vários outros trechos rodoviários.

 

Veja os 294 pontos onde a ocorrência de neblina é frequente na malha estadual concedida:

SP-021 – Rodoanel

km 25 ao km 29 – Osasco/Cotia/Embu das Artes (Trecho Oeste)

km 47 ao km 50 – São Paulo (Trecho Sul)

km 62 ao km 86 – São Bernardo do Campo/Santo André/Ribeirão Pires (Trecho Sul)

km 86 ao km 90 – Ribeirão Pires (Trecho Leste)

km 95 ao km 100 – Ribeirão Pires/Mauá/Suzano (Trecho Leste)

km 110 ao km 121 – Suzano/Poá/Itaquaquecetuba (Trecho Leste)

 

SP-063 – Rodovia Romildo Prado

km 0 ao km 15 – Louveira/Itatiba

 

SP-065 – Rodovia Dom Pedro I

km 23 ao km 51 – Igaratá/Nazaré Paulista

 

SP-075 – Rod. Deputado Archimedes Lammoglia/Rod. Prefeito Hélio Steffen/Rod. Engenheiro Ermenio de Oliveira Penteado/Rod. Santos Dumont

km 17 ao km 18 – Itu

km 23 ao km 24 – Itu

km 34 ao km 36 – Salto

km 48 ao km 51 – Indaiatuba

km 57 ao km 61 – Indaiatuba

km 64 ao km 66 – Campinas

km 72 ao km 74 – Campinas

 

SP-099 – Rodovia dos Tamoios

km 15 ao km 20 – Jambeiro

km 24 ao km 29 – Paraibuna

km 32 ao km 41 – Paraibuna

km 47 ao km 50 – Paraibuna

km 56 ao km 76 – Paraibuna/Caraguatatuba

 

SP-101 – Jornalista Francisco Aguirre Proença/ Bento Antonio de Moraes

km 2 ao km 7,99 – Campinas/Hortolândia

km 18 ao km 18,99 – Monte Mor

km 48 ao km 71,25 – Capivari/Rafard/Tietê

 

SP-113 – Doutor João José Rodrigues

Km 0 ao km 5,9 – Tietê

 

SP-127 – Rod. Fausto Santomauro/Rod. Cornélio Pires/Rod. Antonio Romano Schincariol/Rod. Francisco da Silva Pontes

km 02 ao km 08 – Rio Claro

km11 ao km 13 – Rio Claro

km 17 ao km 20 – Piracicaba

km 21 ao km 22 – Piracicaba

km 28 ao km 29 – Piracicaba

km 41 ao km 43 – Piracicaba

km 56 ao km 58 – Rio das Pedras

km 66 ao km 69 – Tietê

km 92 ao km 94 – Cerquilho

km 97 ao km 100 – Cerquilho/Tatui

km 159 ao km 163 – Itapetininga

km 168 ao km 170 – Itapetininga

km 184 ao km 186 – Itapetininga

km 189 ao km 191 – São Miguel Arcanjo

km 192 ao km 194 – Itapetininga

km 197 ao km 200 – Capão Bonito

km 202 ao km 206 – Capão Bonito

km 210 ao km 213 – Capão Bonito

 

SP-147 – Rod. Monsenhor Clodoaldo de Paiva/Rod. Engenheiro João Tosello/Rod. Deputado Laércio Corte

km 42,35 ao km 42,85 – Itapira

km 48,25 ao km 48,75 – Itapira

km 50,49 ao km 52,55 – Mogi Mirim

km 54,97 ao km 56,05 – Mogi Mirim

km 68,09 ao km 68,59 – Mogi Mirim

km 69,93 ao km 70,43 – Mogi Mirim

km 79,39 ao km 79,89 – Engenheiro Coelho

km 86,21 ao km 86,71 – Engenheiro Coelho

km 93,63 ao km 94,13 – Limeira

km 101,41 ao km 101,91 – Limeira

km 113,37 ao km 113,87 – Limeira

km 122,5 ao km 123 – Limeira

km 128,29 ao km 128,79 – Iracemápolis

km 134,5 ao km 143 – Piracicaba

 

SP-150 – Rodovia Anchieta

Km 32 ao km 42 – São Bernardo do Campo

SPI-040 (Interligação Anchieta-Imigrantes) – São Bernardo do Campo

 

SP-160 – Rodovia dos Imigrantes

Km 32 ao km 46 – São Bernardo do Campo/São Vicente

 

SP-191 – Rod. Wilson Finardi/Rod. Irineu Penteado

km 4,75 ao km 5,25 – Mogi Mirim

km 10,65 ao km 11,15 – Mogi Mirim

km 23,25 ao km 23,75 – Conchal

km 25,15 ao km 25,65 – Conchal

km 32,05 ao km 33,45 – Araras

km 35,17 ao km 35,67 – Araras

km 52,47 ao km 55,03 – Araras

km 62,23 ao km 62,73 – Rio Claro

km 64,73 ao km 65,23 – Rio Claro

km 68,25 ao km 69,03 – Rio Claro

km 71,61 ao km 72,11 – Rio Claro

km 73,51 ao km 74,01 – Rio Claro

 

SP-209 – Professor João Hipólito Martins

km 0 ao km 7,99 – Botucatu

km 20 ao km 20,99 – Botucatu

 

SP-215 – Rod. Helio Moreira Salles/Rod. Vicente Botta/Rod. Doutor Paulo Lauro

km 54,37 ao km 54,87 – Casa Branca

km 58,15 ao km 58,65 – Casa Branca

km 60,83 ao km 61,33 – Casa Branca

km 65,85 ao km 66,35 – Santa Cruz das Palmeiras

km 80,81 ao km 81,31 – Santa Cruz das Palmeiras

km 87,95 ao km 88,45 – Porto Ferreira

km 93,03 ao km 94,43 – Porto Ferreira

km 100,59 ao km 101,09 – Porto Ferreira

km 104,97 ao km 105,47 – Descalvado

km 108,77 ao km 109,27 – Descalvado

km 115,03 ao km 115,53 – Descalvado

km 123,03 ao km 123,85 – Descalvado

km 125,99 ao km 126,49 – Descalvado

km 134,37 ao km 134,87 – São Carlos

km 137,03 ao km 137,52 – São Carlos

km 142,55 ao km 143,05 – São Carlos

km 146,45 ao km 146,95 – São Carlos

 

SP-225 – Rod. Engenheiro Paulo Nilo Romano/Rod. Comandante João Ribeiro de Barros/ Rod. Engenheiro João Baptista Cabral Renno

km 91,43 ao km 117 – Itirapina/Brotas

km 125 ao km 127 – Brotas

km 129 ao km 132,5 – Brotas

km 146 ao km 147,5 – Brotas

km 153 ao km 173 – Brotas/Dois Córregos/Jaú

km 180 ao km 181,5 – Jaú

km 184 ao km 187 – Jaú

km 191 ao km 201 – Jaú/Itapuí/Pederneiras

km 219 ao km 222 – Pederneiras

km 224,75 ao km 232 – Bauru

km 241 ao km 242 – Bauru

km 259 ao km 260 – Piratininga

km 262 ao km 264 – Piratininga/Paulistânia

km 265 ao km 266 – Paulistânia

km 280 ao km 282 – Paulistânia

km 290 ao km 292 – Espírito Santo do Turvo

km 300 ao km 302 – Santa Cruz do Rio Pardo

km 308 ao km 311 – Santa Cruz do Rio Pardo

km 314 ao km 315 – Santa cruz do Rio Pardo

 

SP-255 – Rodovia Engenheiro Antônio Machado Sant-Anna

Km 13 ao km 14 – Ribeirão Preto

Km 31 ao km 35 – Luiz Antônio

Km 65 ao km 67,5 – Américo Brasiliense

 

SP-258 – Rodovia Francisco Alves Negrão

km 282 ao km 288 – Itapeva

km 292 ao km 303 – Itapeva

km 305 ao km 335 – Itapeva/Itaberá

 

SP-270 – Rodovia Raposo Tavares

km 38 ao km 41 – Cotia/Vargem grande Paulista

km 48 ao km 51 – São Roque

km 143 ao km 146 – Alambari

km 167 ao km 168 – Itapetininga

km 381 ao km 382 – Ourinhos

km 386 ao km 388 – Salto Grande

km 397 ao km 394 – Salto Grande

km 408 ao km 410 – Ibirarema/Palmital

km 416 ao km 418 – Palmital

km 420 ao km 422 – Palmital

km 427 ao km 429 – Palmital/Cândido Mota

km 435 ao km 440 – Assis

km 468 ao km 473 – Maracaí

km 477 ao km 485 – Maracaí/Paraguaçu Paulista

km 490 ao km 495 – Paraguaçu Paulista/Rancharia

km 499 ao km 504 – Rancharia

km 506 ao km 512 – Rancharia

km 516 ao km 518 – Rancharia

km 526 ao km 528 – Martinópolis

km 532 ao km 542 – Martinópolis/Regente Feijó

km 545 ao km 552 – Regente Feijó

km 555 ao km 560 – Regente Feijó/Presidente Prudente

km 562 ao km 564 – Presidente Prudente

km 575 ao km 578 – Álvares Machado

km 581 ao km 585 – Álvares Machado/Presidente Bernardes

km 587 ao km 594 – Presidente Bernardes/Santo Anastácio

km 596 ao km 598 – Santo Anastácio

km 600 ao km 608 – Santo Anastácio/Piquerobi

km 609 ao km 614 – Piquerobi

km 616 ao km 623 – Presidente Venceslau

km 626 ao km 630 – Presidente Venceslau

km 634 ao km 636 – Caiuá

km 640 ao km 647 – Caiuá/Presidente Epitácio

km 649 ao km 653 – Presidente Epitácio

 

SP-280 – Rodovia Castello Branco

km 65 ao km 69 – Mairinque

km 79 ao km 81 – Itu

km 82 ao km 85 – Sorocaba

km 87 ao km 93 – Itu

km 96 ao km 99 – Porto Feliz

km 106 ao km 111 – Boituva

km 119 ao km 121 – Boituva

km 123 ao km 126 – Tatuí

 

SP-300 – Rod. Dom Gabriel Paulino Bueno Couto/Rod. Marechal Rondon

km 64 ao km 65 – Jundiaí

km 70 ao km 73 – Itupeva

km 83 ao km 97 – Cabreuva

km 99 ao km 100 – Itu

km 101 ao km 103 – Itu

km 119 ao km 122 – Porto Feliz

km 123 ao km 125 – Porto Feliz

km 135 ao km 139 – Porto Feliz

km 141 ao km 145 – Porto Feliz

km 152 ao km 154 – Tietê

km 155 ao km 180,99 – Tietê/Jumirim/Laranjal Paulista

km 189 ao km 200,99 – Pereiras/Conchas

km 220 ao km 243,99 – Piramboia/Botucatu

km 256 ao km 280,99 – Botucatu/São Manuel

km 195 ao km 311,99 – Lençóis Paulista

km 321 ao km 324,99 – Agudos

km 337 – Bauru

km 339 – Bauru

km 342 – Bauru

km 344 – Bauru

km 346 – Bauru

km 348 – Bauru

km 350 ao km 351 – Bauru

km 353 – Bauru

km 356 – Bauru

km 358 – Bauru

km 360 – Bauru

km 362 – Bauru

km 367 – Avaí

km 368 – Avaí

km 370 – Avaí

km 373 – Avaí

km 382 – Presidente Alves

km 398 ao km 400 – Pirajuí

km 410 ao km 412 – Guarantã

km 422 ao km 423 – Cafelândia

km 434 – Cafelândia

km 436 ao km 437 – Lins

km 439 ao km 441 – Lins

km 445 ao km 446 – Lins

km 450 – Guaiçara

km 458 – Promissão

km 459 – Promissão

km 462 – Promissão

km 465 – Promissão

km 468 ao km 469 – Avanhandava

km 472 ao km 473 – Avanhandava

km 479 – Penápolis

km 483 – Penápolis

km 489 – Penápolis

km 491 ao km 492 – Penápolis

km 494 ao km 495,5 – Penápolis

km 500 – Glicério

km 502 ao km 503 – Glicério

km 508 – Coroados

km 513 – Birigui

km 526 – Araçatuba

km 529,9 – Araçatuba

km 542 – Araçatuba

km 544 – Araçatuba

km 550,9 – Guararapes

km 556 – Guararapes

km 576 – Valparaíso

km 577 – Valparaíso

km 585,5 Valparaíso

km 601 ao km 604 – Mirandópolis

km 609 ao km 614 – Mirandópolis/Guaraçai

km 618 ao km 621 – Guaraçaí

km 625 ao km 628 – Murutinga do Sul

km 630 – Andradina

km 633 – Andradina

km 635 ao km 627 – Andradina

km 642 ao km 644 – Andradina

km 648 ao km 652 – Andradina/Castilho

km 654 – Castilho

km 660 ao km 662 – Castilho

km 666 ao km 667 – Castilho

 

SP-308 – Comendador Mário Dedini (Rodovia do Açúcar)

Km 102,2 ao km 115,99 – Salto/Elias Fausto

Km 124 ao km 126,99 – Capivari

Km130 ao km 148,99 – Capivari/Rio das Pedras

 

SP-310 – Rodovia Washington Luiz

km 153,25 ao km 172 – Cordeirópolis/Santa Gertrudes/Rio Claro

km 174,8 ao km 183 – Rio Claro

km 187 ao km 190 – Corumbataí

km 191 ao km 202 – Corumbataí/Itirapina

km 204 ao km 209 – Itirapina

km 209 ao km 219 – Itirapina/São Carlos

km 222 ao km 227,8 – São Carlos

 

SP-318 – Rodovia Engenheiro Thales de Lorena Peixoto

km 248 ao km 251 – São Carlos

km 264 ao km 268 – Américo Brasiliense

km 272 ao km 274 – Américo Brasiliense

 

SP-327 – Rodovia Orlando Quagliato

km 31 ao km 32 – Ourinhos

 

SP-330 – Rodovia Anhanguera

km 25 ao km 43 – Perus/Caieiras

km 46 ao km 68 – Jundiaí

km 100 ao km 103 – Campínas

km 120 ao km 158 – Americana/Limeira

km 161,37 ao km 161,87 – Araras

km 165,27 ao km 165,77 – Araras

km 175,01 ao km 175,51 – Araras

km 183,67 ao km 184,17 – Leme

km 187,91 ao km 188,41 – Leme

km 190,39 ao km 190,89 – Leme

km 198,43 ao km 198,93 – Santa Cruz da Conceição

km 204,01 ao km 204,51 – Pirassununga

km 207 ao km 207,5 – Pirassununga

km 210,49 ao km 210,99 – Pirassununga

km 219,55 ao km 220,05 – Porto Ferreira

km 227,75 ao km 235,15 – Porto Ferreira

km 247 ao km 254,8 – Santa Rita do Passa Quatro

km 275 ao km 277 – São Simão

km 280 ao km 281 – São Simão

km 284 ao km 290 – Cravinhos

km 297 ao km 302 – Cravinhos

 

SP-332 – Rodovia General Milton Tavares de Souza

km 130 ao km 140 – Paulínia/Cosmópolis

 

SP-334 – Rodovia Cândido Portinari

km 324,4 ao km 325,3 – Jardinópolis

km 325 ao km 326,2 – Jardinópolis

km 329,15 ao km 331,45 – Brodowski

km 331,65 ao km 333,25 – Brodowski

km 333,65 ao km 343 – Batatais

km 353 ao km 357 – Batatais

km 360,2 ao km 361 – Batatais

km 362 ao km 363 – Batatais

km 363,3 ao km 365,1 – Batais

km 371,45 ao km 374 – Restinga

km 385 ao km 387 – Restinga

 

SP-345 – Rodovia Ronan Rocha

km 19 ao km 20 – Patrocínio Paulista

km 30 ao km 31 – Franca

 

SP-348 – Rodovia dos Bandeirantes

km 24 ao km 45 – Perus/Caieiras

km 46 ao km 65 – Jundiaí

km 120 ao km 130 – Sumaré/Santa Bárbara D-Oeste

km 138 ao km 171 – Limeira

 

SP-352 – Rod. Antonio Cazalini/Rod. Comandante Virgulino de Oliveira

km 162,91 ao km 163,41 – Itapira

km 166,11 ao km 166,61 – Itapira

km 170,43 ao km 170,93 – Itapira

km 172,55 ao km 173,95 – Itapira

km 179,05 ao km 179,55 – Itapira

km 184,92 ao km 185,42 – Itapira

 

SP-360 – Rod. João Cereser/Rod. Engenheiro Constancio Cintra

km 61 ao km 81 – Jundiaí/Itatiba

 

 

[alert color=”F0FF24″]

Veja alguns cuidados a serem tomados ao dirigir sob neblina:  

 

Reduza gradualmente a velocidade ao perceber os primeiros sinais de neblina;

Mantenha uma distância segura do veículo à frente;

Acenda os faróis baixos – tanto de dia quanto à noite. Já o farol alto, independente do horário, dificulta a visibilidade pela grande dispersão de luz emitida sob neblina;

Não pare o veículo no acostamento; Nunca pare na pista;

Não ligue o pisca-alerta com o veículo em movimento;

Use a pintura de faixa da pista como referência do caminho a seguir;

Fique atento a sinais sonoros externos que possam indicar uma situação atípica à frente como buzinas, sirenes e som de colisão;

Deixe a janela aberta, ainda que parcialmente, para ouvir eventuais sinais sonoros;

Evite uso de aparelhos que possam dispersar a atenção;

Deixe o para brisa limpo; Mantenha o vidro aberto ou ligue a ventilação dentro do carro para não embaçar os vidros;

Caso julgue não ter condições de visibilidade para seguir viagem, pare somente em locais seguros como postos de abastecimento.

[/alert]

 

 

 

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Portal VOIT – www.voit.com.br

 

 

Justiça autoriza ARTESP a apreender veículos usados no transporte irregular

Decisão suspende liminar favorável a associação de transportadores
Decisão suspende liminar favorável a associação de transportadores

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) suspendeu liminar em primeira instância que proibia a agência de transporte paulista – ARTESP – de apreender veículos que estivessem realizando o transporte irregular de passageiros. Decisão da 7ª Câmara de Direito Público do TJ derruba a vitória da Associação Paulista dos Transportadores Terrestres de Passageiros (Atipesp) obtida na Comarca de Ribeirão Preto.

Liminares concedidas permitiam à Agência somente a aplicação de multas aos veículos irregulares, mas a liberação deveria se feita em seguida pelas equipes de fiscalização. Ao TJ-SP, a ARTESP argumentou que tal decisão oferecia riscos à segurança dos passageiros que utilizam esse meio de transporte, bem como aos demais usuários da rodovia, com perigo de morte e de lesões.

Em seu despacho, o desembargador Eduardo Gouvea disse que “a ARTESP tem poder de polícia para fiscalizar e regulamentar o transporte intermunicipal de passageiros, e isto compreende, quando necessário, a apreensão de veículos e seus documentos como medida para coibir que tais atos continuem a ser praticados sem a autorização pertinente”. Ainda segundo o magistrado, os donos desses veículos “preferem circular amparados por liminares ao invés de regularizarem a situação, pois não atendem as condições de circulação com segurança para os passageiros exigidos pela Agência Reguladora, colocando em risco a segurança e vida dos passageiros”.

Por fim, o relator afirma que ao permitir que o veículo volte a circular depois de flagrado realizando o transporte irregular de passageiros, ocorre uma fiscalização ineficiente. O veículo irregular “invariavelmente estará circulando no dia seguinte, cometendo a mesma infração, o que acarreta, na prática, a impunidade dos associados da autora”, finaliza. 

 

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Portal VOIT – www.voit.com.br

 

Confira a previsão de tráfego na saída para o feriadão em SP

Confira os melhores horários para viajar no feriadão
Confira os melhores horários para viajar no feriadão

Milhões de veículos circularão pelas rodovias paulistas neste feriado de Corpus Christi. Antes de seguir rumo ao litoral ou interior do Estado, confira a previsão de tráfego nos sistemas:

Anchieta-Imigrantes – Para quem for utilizar o sistema administrado pela Ecovias, o maior fluxo é aguardado para o período da manhã desta quinta-feira, 26, quando a concessionária implantará a Operação Descida (7×3) às 10h, com previsão de permanência até às 15h. A subida será feita apenas pela pista norte da rodovia dos Imigrantes. Durante o feriado, são esperados entre 160 e 265 mil veículos.

Já na volta, o fluxo de veículos deve ficar mais intenso a partir das 11h de domingo, 19, quando será implantada a Operação Subida. A subida será feita pelas duas pistas da rodovia dos Imigrantes e pista norte da Anchieta. A operação deve permanecer até as 21h.

Castello Branco-Raposo Tavares – Cerca de 600 mil veículos devem passar pelo sistema no feriado até as 24h do domingo, 29. De acordo com Diogo Stiebler, gestor de Tráfego da CCR ViaOeste, o fluxo de veículos deve se intensificar a partir do fim da tarde da quarta. “Estimamos que os motoristas comecem a se deslocar a partir das 16h e o tráfego siga mais intenso até às 22h”. Caso o usuário prefira viajar na quinta-feira, a recomendação é que ele vá somente à tarde, após às 15h. O movimento estará mais carregado desde às 7h, especialmente na região entre Osasco e Barueri.

Na volta, o motorista que usar as rodovias no sentido Capital deve iniciar a viagem antes do almoço se quiser fugir do trânsito pesado. A previsão é de fluxo mais intenso entre 12h e 20h.

Tamoios – A Concessionária Tamoios estima que 135 mil veículos trafeguem pela rodovia no período. O horário de maior pico será na quarta-feira (25), das 14h às 20h, e na quinta (26), das 07h às 14h. Na quarta-feira, às 13h, terá início a Operação Descida, com a disponibilização de uma faixa adicional sinalizada por balizadores para a pista de descida (sentido Caraguatatuba) no trecho de Serra (do km 68 ao km 81).

No domingo, o motorista encontra maior concentração de veículos das 12h às 22h. O usuário deve redobrar a atenção ao trafegar pelo km 27,8 e km 52,3, no trecho de Planalto, onde há estreitamento de pistas.

Ayrton Senna-Carvalho Pinto – O tráfego para o feriado chega a 1 milhão de veículos. A contagem leva em conta o período entre a 0h de quarta-feira (25) e 23h59 de domingo (29). Na saída dos motoristas para o feriado prolongado, a previsão é de que o fluxo de veículos seja mais intenso das 15h às 18h de quarta-feira (25) e entre 08h e 14h de quinta-feira (26).

Nos períodos de maior movimento no sentido litoral e interior, a Ecopistas poderá implantar a Operação Faixa Reversível, na qual os condutores que se dirigem à cidade de Campos do Jordão e ao sul de Minas Gerais terão uma faixa exclusiva para trafegar, entre o km 128 e o km 130 da rodovia Carvalho Pinto. A faixa da esquerda da pista que opera em direção a São Paulo terá seu sentido invertido e servirá como mais uma opção aos motoristas. A velocidade máxima permitida nessa faixa será de 80 km/h. No retorno a São Paulo, a Ecopistas aguarda maior fluxo de veículos entre 14h e 18h de domingo (29).

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Modernawww.vidamoderna.com.br

Portal VOIT – www.voit.com.br

Privatização de 570 km de estradas paulistas entra em nova fase

Consulta pública vai até 22 de junho
Consulta pública vai até 22 de junho

O processo de privatização de 570 quilômetros de rodovias paulistas avançou nesta segunda-feira, 23, com a abertura da fase de Consulta Pública das minutas de documentos. O Lote Florínea-Igarapava, como é anunciado no Programa de Concessões de Rodovias do Estado de São Paulo, compreende trechos das rodovias SP-266, SP-294, SP-322, SP-328, SP-330, SP-333, SP-349 e SP-351, que atravessam 30 municípios das regiões de Marília, Bauru, São José do Rio Preto, Central, Barretos, Ribeirão Preto e Franca.

Interessados poderão acessar os documentos no site da Agência de Transporte do Estado de São Paulo, disponíveis no link. A consulta será encerrada às 18h de 22 de junho. Quem quiser participar deverá preencher o formulário encontrado também no site da Agência e encaminhá-lo para o e-mail novasconcessões@artesp.sp.gov.br. Dúvidas e sugestões servirão para aprimorar as minutas dos processos de licitação. Todo material recebido será divulgado no portal, sem publicação dos contados dos participantes. Propostas consideradas pertinentes pela ARTESP serão incluídas no documento definitivo da concorrência pública.

Inicialmente, os investimentos propostos na concessão do Lote Florínea-Igarapava são de R$ 3,4 bilhões em 30 anos de concessão. Desse montante, R$ 1,4 bilhão é referente à restauração da pista e R$ 1,4 bilhão para ampliar a principal malha rodoviária – entre as quais está a duplicação de cerca de 200 km da SP-333, entre outros investimentos.

Depois de encerrado o prazo da Consulta Pública, técnicos da Agência irão analisar as contribuições e, depois de incluídas as selecionadas no projeto, será publicado o edital de licitação. Por enquanto, não há data prevista para isto acontecer.

Economia
A malha sob concessão em São Paulo corresponde a 6,4 mil quilômetros geridos por 20 concessionárias. Pesquisa da Confederação Nacional do Transporte (CNT) realizada anualmente para classificar a qualidade das estradas públicas e privatizadas pelo país conclui que no Estado 79,5% do pavimento são considerados ótimo ou bom pelos usuários, mesma condição avaliada por 84,2% dos respondentes questionados sobre a sinalização dessas rodovias.

Dos 6,4 mil quilômetros, 78,3% de toda essa malha foram classificados como ótima ou boa. Entre 1998 e 2015, essas pistas receberam investimentos na casa dos R$ 77,3 bilhões em obras, operação e manutenção. Essa verba equivale a quase três vezes o orçamento do Estado de Santa Catarina em 2015 (R$ 27 bilhões), o que permitiu conferir maior segurança para os usuários nas rodovias paulistas concedidas.

Esta etapa de concessão também permite a participação de empresas internacionais, de maneira isolada ou em consórcio. Um hotsite está sendo preparado para traduzir as minutas para a língua estrangeira, como forma de atrair investidores de fora.

Confira as características do Lote Florínea-Igarapava:

 

EXTENSÃO RODOVIAS MUNICÍPIOS BENEFICIADOS
570 km

 

30

municípios

SP-266, SP-294,  SP-322, SP-328, SP-330, SP-333, SP-349 e SP-351 Regiões: Marília, Bauru, São José do Rio Preto, Central, Barretos, Ribeirão Preto e Franca

 

Municípios: Florínia, Pedrinhas Paulista, Cruzália, Tarumã, Assis, Platina, Echaporã, Marília, Júlio Mesquita, Guarantã, Cafelândia, Pongaí, Uru, Novo Horizonte, Borborema, Ribeirão Preto, Sertãozinho, Pontal, Pitangueiras, Viradouro, Bebedouro, Jardinópolis, Sales Oliveira, Orlândia, São Joaquim da Barra, Guará, Ituverava, Buritizal, Aramina e Igarapava.

 

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Modernawww.vidamoderna.com.br

Portal VOIT – www.voit.com.br

Alckmin autoriza concessão de cinco aeroportos

Contrato de concessão de aeroporto de Jundiaí prevê contrapartida de R$ 19 milhões
Contrato de concessão de aeroporto de Jundiaí prevê contrapartida de R$ 19 milhões

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), autorizou a publicação no Diário Oficial do Estado (DOE-SP) de edital de concessão de cinco aeroportos. O chamamento será publicado na edição de 26 de abril e os envelopes com as propostas deverão ser entregues no dia 25 de julho.

Serão concedidos à iniciativa privada de uma só vez os aeroportos Antônio Ribeiro Noronha Jr. (Itanhaém), Gastão Madeira (Ubatuba), Comandante Rolim Adolfo Amaro (Jundiaí), Campo dos Amarais (Campinas) e Arthur Siqueira (Bragança Paulista). A vencedora da concorrência poderá utilizar linha de financiamento específica oferecido pela Agência de Fomento do Estado de São Paulo, a Desenvolve SP, que prestará suporte financeiro de cerca de R$ 20 milhões.

Ao longo de 30 anos de concessão, o investimento mínimo será de R$ 90,1 milhões, sendo que R$ 32,4 milhões deverão ser aplicados nos quatro primeiros anos. Na divisão, R$ 15,18 milhões estão previstos para o aeroporto de Itanhaém, R$ 19,68 milhões em Jundiaí, R$ 10,14 milhões em Bragança Paulista, R$ 17,57 em Ubatuba e R$ 27,50 milhões em Campinas (Campo dos Amarais). Além de investimentos em obras, a concessão engloba ainda a adequação, operação, equipagem e manutenção dos cinco aeroportos.

As obras previstas na contrapartida contemplam melhorias nas pistas, pátios e…[LEIA MAIS]

Páscoa: Confira os melhores horários para viajar em SP

Cerca de 300 mil veículos devem deixar a capital paulista em direção ao litoral
Cerca de 300 mil veículos devem deixar a capital paulista em direção ao litoral

O fim de semana prolongado pelo feriado da Paixão de Cristo e Páscoa será de movimento intenso nas rodovias paulistas. A Agência de Transportes do Estado de São Paulo (ARTESP) estima que 1,8 milhão de veículos passarão por rodovias privatizadas com acesso à Região Metropolitana de São Paulo (RMSP).

A movimentação será maior a partir do início da tarde desta quinta-feira, 24, até a noite. Em alguns sistemas, como o Anchieta-Imigrantes, o motorista deve enfrentar lentidão até a madrugada de sexta.

A Agência alerta aos motoristas para que tenham atenção com a incidência de neblina em trechos como o Anchieta-Imigrantes. Se a visibilidade estiver comprometida, o motorista deve reduzir a velocidade e manter aceso o farol abaixo, seja de dia ou à noite. Outra orientação é jamais parar o carro na pista ou ligar o pisca-alerta com o veículo em movimento.

As rodovias terão esquema operacional reforçado com câmeras de TV, painéis de mensagens, serviço de guincho e ambulâncias. A operação “papa-fila” será realizada nos pedágios para acelerar a passagem nas cabines de cobrança manual.

Confira abaixo a previsão de tráfego nos sistemas rodoviários paulistas:

Anchieta-Imigrantes – Entre 250 mil e 305 mil veículos deixem a capital paulista em direção ao Litoral pelo Sistema Anchieta-Imigrantes. A contagem se inicia à 0h da quarta-feira (24) e se estende até às 23h59 de domingo (27). O tráfego no sentido Litoral deve se intensificar já na quinta-feira (24) de tarde, quando a concessionária Ecovias implantará a Operação Descida (7×3) às 14h, devendo permanecer em vigor até às 12h59 de sexta-feira (25). Durante este período os veículos que seguirem em direção ao Litoral contarão com as duas pistas da rodovia Anchieta e a pista sul da rodovia dos Imigrantes para descida da serra. A subida será feita somente pela pista norte da rodovia dos Imigrantes. Já na volta do feriado o fluxo de veículos deve aumentar no domingo (27) a partir das 9h, horário programado para a Operação Subida (2×8) entrar em vigor no Sistema Anchieta-Imigrantes. Neste período a subida será feita pelas duas pistas da rodovia dos Imigrantes e pista norte da rodovia Anchieta. A descida acontecerá somente pela pista sul da Anchieta.

Ecopistas – A estimativa é que entre 830 e 858 mil veículos passem pelas quatro praças de pedágio do corredor Ayrton Senna/Carvalho Pinto, nos dois sentidos, durante o feriado de Páscoa, de 24 a 27 de março. Considerando o movimento estimado na praça de pedágio de Itaquaquecetuba, no sentido interior da rodovia Ayrton Senna, a expectativa é de que mais de 200 mil veículos deixem a capital. No sentido interior e litoral Norte, a previsão é de que o fluxo de veículos seja mais intenso das 14h às 20h de quinta-feira (24) e entre 07h e 12h de sexta-feira (25). No retorno a São Paulo, a Ecopistas espera maior fluxo de veículos entre 11h e 21h de domingo (27).

Tamoios – Cerca de 130 mil veículos devem utilizar as pistas rumo ao Litoral Norte durante o fim de semana prolongado. A operação especial terá início na quinta-feira (24/3), a partir das 13h, com a implantação de uma faixa adicional, sinalizada por balizadores, para a pista de descida no trecho de Serra (do km 68 ao km 81). A medida visa aumentar a capacidade de fluxo da rodovia, com a disponibilização de duas faixas de rolamento em todo o trajeto na pista sentido litoral. A concessionária que administra a rodovia prevê aumento no fluxo de veículos entre 14h e 20h de quinta-feira e entre 7h e 14h da sexta-feira. Para o retorno do feriado, o pico do trânsito deve ocorrer entre 12h e 22h de domingo.

Anhaguera-Bandeirantes – A previsão é que até 670 mil veículos passem pelo Sistema Anhanguera-Bandeirantes. Para quinta-feira o tráfego será mais intenso entre 15h e 20h, enquanto na sexta a expectativa de movimento intenso é entre 9h e 13h. Para a viagem de retorno, o período…[LEIA MAIS]