Sai edital da licitação de transporte intermunicipal em SP

Licitação prevê total renovação operacional para atender as demandas que surgiram com o desenvolvimento do Estado
Licitação prevê total renovação operacional para atender as demandas que surgiram com o desenvolvimento do Estado

O edital de concessão do sistema de transporte intermunicipal de passageiros em São Paulo foi publicado na edição desta sexta-feira, 24, no Diário Oficial do Estado (DOE-SP). A licitação, de acordo com a agência estadual de transporte – ARTESP – envolve viagens de alta demanda como Santos – São Paulo, Bauru – Campinas e Jundiaí – São Paulo e prevê total renovação operacional para atender as demandas que surgiram com o desenvolvimento do Estado.

Novo modelo de gestão e prestação de serviços trará novidades. A frota será renovada ao longo da concessão e haverá ar-condicionado nos ônibus que fazem o percurso de longa distância. O atendimento aos passageiros nos terminais será automatizado e ficará mais rápido. Todas as linhas, apesar das mudanças, serão mantidas, assim como o preço das tarifas.

Durante a escolha dos vencedores da concessão não haverá problemas com a diminuição dos serviços prestados.

O sistema passará a ser dividido em cinco áreas operacionais: Campinas, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, Bauru e Santos. Serão licitadas todas as linhas intermunicipais, exceto as de regiões metropolitanas atualmente reguladas pela EMTU. A concorrência se dará pela maior oferta de outorga, sendo os valores assim distribuídos:

Área de Operação 1 (Campinas) – R$ 93.318.760,00

Área de Operação 2 (Ribeirão Preto) – R$ 58.005.990,00

Área de Operação 3 (São José do Rio Preto) – R$ 26.375.820,00

Área de Operação 4 (Bauru) – R$ 13.220.380,00

Área de Operação 5 (Santos) – R$ 34.478.610,00

Os serviços serão explorados pela iniciativa privada por 15 anos e as empresas farão um repasse de R$ 2,7 bilhões neste período. Vencedoras de cada lote serão conhecidas depois de concluída a concorrência internacional. Empresas, que incluem atuais operadoras, poderão formar consórcios para participar da disputa. A abertura dos envelopes com as propostas será realizada no dia 25 de agosto, na sede da ARTESP, na capital.

Desde 1989, o sistema é operado por permissionárias que, atualmente, atendem 152,8 milhões de passageiros por ano em percursos que totalizam 425 milhões de quilômetros. A partir da concessão, o sistema será mais dinâmico em horários, destinos, origens e itinerários das viagens. Haverá renovação das frotas e melhorias no sistema de atendimento ao usuário e venda de passagens.

 

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Portal VOIT – www.voit.com.br

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *