PRF detém caminhão que furou pedágio mais de 900 vezes

PRF detém caminhão que furou pedágio mais de 900 vezes

PRF detém caminhão que furou pedágio mais de 900 vezes

by 26 de agosto de 2015 0 comments
Veículo tinha 982 evasões de pedágios registradas

Veículo tinha 982 evasões de pedágios registradas

Um caminhão branco com placas de Blumenau-SC foi abordado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) quando tinha acabado de evadir da praça de pedágio de Miracatú, no quilômetro 370 da Rodovia Régis Bittencourt. O que chamou a atenção da guarnição foi o número de vezes que o motorista havia furado as barreiras de pedágios: 984 vezes.

Outros dois motoristas foram abordados no mesmo dia por evasão. Um deles, também com placas de Santa Catarina, foi parado pela polícia depois que funcionários da Concessionária Autopista Régis informaram sobre a fuga. Parado no quilômetro 426, foi constatado que o veículo tinha mais de 190 evasões só naquela rodovia.

Em outro caso, um caminhão também de Santa Catarina que tinha evadido da praça de Miracatú tinha 659 fugas registradas.

Segundo a PRF, os motoristas afirmaram preferir fugir sem pagar o pedágio. A tarifa básica nos trechos onde ocorreram as abordagens é de R$ 2. A concessionária cobrou os quase R$ 18 mil de pedágios atrasados. Antes de prosseguirem viagem, os caminhoneiros ainda foram multados pelos PRFs. Agora que estão identificados, os danos provocados às cancelas também serão cobrados judicialmente.

“Além da evasão em si, que já é uma infração grave, a maioria desses motoristas evasores trafegam em alta velocidade nas praças de pedágio e danificam as cancelas, colocando em risco a vida dos colaboradores da concessionária e a dos demais usuários”, disse a PRF em nota.

Levantamento da ARTESP (Agência de Transportes do Estado de São Paulo) mostra que, de 2012 para 2013, o número de evasões em praças de pedágio de rodovias paulistas cresceu 60%. A multa por deixar de pagar a tarifa é de R$ 127,69. A infração é considerada grave e o motorista perder cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

No Comments so far

Jump into a conversation

No Comments Yet!

You can be the one to start a conversation.

Deixe uma resposta