Frota dobra em 10 anos no Paraná

PR tem um veículo registrados por dois habitantes
PR tem um veículo registrados por dois habitantes

O estado do Paraná dobrou o total de veículos em 10 anos. O Estado já tem a terceira maior frota do Brasil com 6.008.734 veículos em circulação, atrás de São Paulo (23,6 milhões) e Minas Gerais (8,5 milhões).

Curitiba é o município paranaense com mais carros nas ruas e já registra 1.331.277 veículos. Londrina, na região Norte, conta 334.916 veículos e Maringá, no Noroeste, tem 280.916. Carros, motos, ônibus, caminhões, entre outros veículos equivalem a mais da metade da população paranaense, um total de 10,4 milhões de pessoas. A média é de um veículo registrado a cada dois paranaenses.

A cada mês entra em circulação 31 mil veículos novos no Paraná. No primeiro semestre de 2012 foram 217 mil emplacamentos. Segundo o Detran-PR, uma série de medidas são adotadas para garantir a segurança no trânsito. Para auxiliar as cidades menores, que ainda não têm o trânsito municipalizado e também aproximar a gestão do trânsito das pessoas, o Detran do Paraná propôs uma parceria que garante apoio técnico e financeiro para questões de sinalização viária e engenharia. Em 2013, são 59 cidades conveniadas. Em 2014, serão atendidas mais 90.

Da Redação 

Detran-PR dá orientações sobre novas regras do DPVAT

O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) e a Secretaria Estadual da Fazenda alertam os proprietários de veículos registrados no Estado sobre a mudança no calendário de pagamento do Seguro Obrigatório (DPVAT).
O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) e a Secretaria Estadual da Fazenda alertam os proprietários de veículos registrados no Estado sobre a mudança no calendário de pagamento do Seguro Obrigatório (DPVAT).

O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) alerta proprietários de veículos registrados no Estado sobre a mudança no calendário de pagamento do Seguro Obrigatório (DPVAT). A partir deste ano, por determinação do governo federal, o vencimento do seguro coincidirá com o calendário de pagamentos do IPVA.

O boleto bancário para pagamento não será mais enviado ao usuário e deverá ser impresso pelo site www.dpvatsegurodotransito.com.br. A cobrança será feita por ficha de compensação pagável em qualquer banco. A alteração atende a uma resolução do Conselho Nacional de Seguros Privados, do Ministério da Fazenda, que definiu que a emissão do boleto seria feita pela Seguradora Líder, escolhida para o processamento.

A mudança aconteceu também porque, a partir de 2014, motos, ônibus, microônibus e vans poderão parcelar o DPVAT em até três vezes. As parcelas seguirão o calendário de pagamentos do IPVA, independente do parcelamento do imposto ou se o veículo é isento do mesmo.

No caso de falta ou atraso no pagamento, o proprietário do veículo fica descoberto do seguro em caso de acidente de trânsito e o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo não será entregue.

Para tirar dúvidas, o usuário pode ligar para o SAC DPVAT, no número 0800 022 12 04.

Com assessoria de imprensa

Detran-PR ultrapassa 665 mil serviços pela internet

Detran-PR tem crescente demanda de serviços pela web
Detran-PR tem crescente demanda de serviços pela web

Os serviços online do Departamento de Trânsito do Paraná foram usados por mais de 665 mil pessoas desde o lançamento do sistema Detran Fácil, em 2011. O número de acessos mais que dobrou ano a ano, fechando 2013 com mais de 460 mil serviços realizados.

Inicialmente, a média era de 6 mil atendimentos por mês. Já em 2012, a média mais que dobrou, passando para 13 mil atendimentos em igual período.  A modalidade de serviços on-line já responde por mais da metade dos atendimentos realizados de segunda via do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), segunda via da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e Permissão Internacional para Dirigir (PID).

A previsão é que a utilização dos serviços online aumente ainda mais neste ano, já que novas facilidades serão lançadas. O Detran vai dar continuidade à instalação dos terminais de autoatendimento em Ciretrans, shoppings e prefeituras, além de reforçar a divulgação dos serviços disponíveis pela TV Digital.  Novos serviços também serão lançados, entre eles, uma nova versão do Detran Fácil, que permitirá mais interatividade com os usuários e comunicação via email e mensagem de texto pelo celular.

Com informações da assessoria de imprensa

Fiscalização a ônibus intermunicipais é intensificada no Paraná

Blitz realizada pelo DER em Curitiba
Blitz realizada pelo DER em Curitiba

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PR) intensificará até março a fiscalização do transporte coletivo rodoviário. A ação acontece nas rodovias estaduais com o apoio da Polícia Rodoviária. O objetivo é impedir a circulação de veículos clandestinos nas rodovias neste período, em função do grande fluxo de veículos que passam pelo litoral paranaense.

A inspeção é concentrada nos principais acessos rodoviários ao Litoral, as rodovias PR 412 (Guaratuba), PR 508 (Alexandra-Matinhos), PR 410 (Graciosa) e PR 407 (Pontal do Paraná), além do acesso às praias de Guaratuba pela estrada de Garuva (SC).

A intensificação da fiscalização busca aumentar a segurança dos passageiros que viajam não só para o Litoral, mas também para outras regiões do Paraná. O principal problema é a falta de segurança dos veículos clandestinos que circulam no litoral nesse período. Outras irregularidades comuns são o atraso no início das viagens. O transporte de passageiros superior à capacidade permitida e os preços irregulares de passagens também são punidos.

Da Redação

Rodovias brasileiras estão mais movimentadas

Rodovias tiveram aumento de 3,8% no tráfego em 2013
Rodovias tiveram aumento de 3,8% no tráfego em 2013

As estradas brasileiras estão mais movimentadas. Balanço da Associação Brasileira de Concessionárias de Rodovias Brasileiras (ABCR) indica aumento de 3,8% no fluxo das rodovias. Se considerados somente veículos leves, o aumento foi de 4,1%.

Já a movimentação de veículos pesados cresceu 3,1%, com recuo de 0,8% em dezembro. A oscilação é atribuída ao ritmo da economia, já que a atividade industrial perdeu o fôlego em novembro.

No acumulado de 2013, o fluxo veículos pesados cresceu graças ao bom desempenho do setor agropecuário. O resultado veio bem acima da produção industrial, cuja estimativa de crescimento foi de 1,6% para o mesmo período.

Da Redação, com informações do jornal A Tarde

Estradas brasileiras recebem novos tipos de radares

Fiscalização com novos radares já valerá nas operações de fim de ano
Fiscalização com novos radares já valerá nas operações de fim de ano

Radares mais potentes que ampliam o alcance para registrar a velocidade dos veículos começam a operar em rodovias brasileiras. O equipamento em uso pela Polícia Rodoviária Federal tem a capacidade de registrar a velocidade de um carro a uma distância de até dois quilômetros.

A nova geração de radares possui mira laser e lentes mais sofisticadas. Os equipamentos já estão em uso para as operações de fim de ano, quando é estimado aumento de 40% do tráfego nas estradas.

O novo radar pode ser um item a mais para coibir excessos de velocidade que provocam tantos acidentes. Trafegar acima da velocidade permitida nas vias pode ser infração de grave – a partir de 20% acima – a gravíssima – mais de 50% do permitido. O artigo 218 do Código de Trânsito Brasileiro estabelece multa de até R$ 574 e a infração pode custar de quatro a sete pontos da Carteira Nacional de Habilitação.