[LISTA] Os modelos mais emplacados em SP

[LISTA] Os modelos mais emplacados em SP

[LISTA] Os modelos mais emplacados em SP

by 9 de maio de 2016 0 comments
HRV é o terceiro no ranking de vendas em SP

HRV é o terceiro no ranking de vendas em SP

O ranking de vendas de veículos de passeio zero km em São Paulo, que registrou 24.820 emplacamentos em abril, é liderado pelo GM Onix, com 3.120 unidades. A segunda posição é do Hyundai HB20, líder de vendas na primeira semana de maio, que no mês passado registrou 2.843 licenciamentos. O topo três é encerrado com o suvinho HR-V, da Honda, com 2.014 unidades vendidas.

Na quarta posição dos mais vendidos aparece o Corolla, sedan da Toyota que registrou 1.794 vendas mês passado. O quinto colocado é o Prisma, sedan compacto da GM que teve 1.425 emplacamentos no período. Outro destaque de vendas no quadrimestre, o Jeep Renegade atinge no quarto mês do ano 1.292 emplacamentos, cravando a sexta posição.

Compacto mais vendido na versão 1.0 no ano passado, Ford Ka é o sétimo do ranking da rede paulista de distribuição de veículos, com 1.256 unidades. Volkswagen Up! é o oitavo da lista, com 1.231 unidades e o Gol, também da montadora alemã, assume a nona posição cm 1.214 licenciamentos. O ranking tem outro Volkswagen, que fica na décima posição, com 1.170 unidades.

Nacional
Os emplacamentos de automóveis e comerciais leves em todo o Brasil tiveram queda de 9,06% em abril na comparação com março – foram 157.579 contra 173.270 unidades, respectivamente. Em relação a abril de 2015 – 211.614 unidades – as vendas diminuíram 27,62%. Foram emplacadas 622.620 unidades no quadrimestre, contra 860.255 no período acumulado de 2015.

Para Alarico Assumpção Júnior, presidente da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), há forte influência do cenário político no desempenho fraco do setor. “A falta de uma visão clara de um futuro político e econômico faz com que os consumidores estejam mais contidos na realização de compra de bens e de investimentos, assim como os bancos estão mais cautelosos na oferta de crédito. Também as recentes notícias do aumento das taxas de juros sobre saldos devedores, somadas ao alto índice de desemprego, retardam o desejo de consumo da população. Esses e outros fatores resultaram na retração acumulada no primeiro quadrimestre deste ano”, argumenta.

A Federação revisou mais uma vez para baixo as previsões de faturamento para este ano. A expectativa é agora é de queda de 15% nos emplacamentos em todos os segmentos – em janeiro, a Federação aguardava recuo de 5,2%. O maior impacto é esperado entre caminhões, com 23% licenciamentos a menos em comparação com 2015. As vendas de ônibus devem recuar 21%; de automóveis e comerciais leves, 20% e de implementos rodoviários, 8,5%. A demanda menor por motocicletas deve registrar queda acumulada de 5% até dezembro.

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Portal VOIT – www.voit.com.br

 

 

 

 

No Comments so far

Jump into a conversation

No Comments Yet!

You can be the one to start a conversation.

Deixe uma resposta