[LISTA] As motos preferidas para rodar na cidade

[LISTA] As motos preferidas para rodar na cidade

[LISTA] As motos preferidas para rodar na cidade

by 13 de maio de 2016 0 comments
Linha CG representa 73% das vendas de motocicletas do segmento City

Linha CG representa 73% das vendas de motocicletas do segmento City

O segmento de motocicletas “City” registrou 34,2 mil emplacamentos no mês de abril. Já no período de quatro meses, foram cerca de 140 mil unidades. O ranqueamento por modelos indica que o consumidor continua a dar preferência para motos de baixa cilindrada, que oferecem boa relação custo-benefício e agilidade ao mesmo tempo.

O topo quatro do ranking é da Honda, que crava da primeira à terceira posição variações da linha CG e obtém resultado esmagador no market share do segmento, com 73,88%. A mais emplacada no mês de abril é a CG 160, com 18.861 unidades. Já a CG 150 registra 3.598 unidades comercializadas. Por fim, a linha 125 tem 3.249 licenciamentos. Mais robusta, a CB 250 F Twister é a quarta mais vendida no ranking, com 2.313 unidades.

A Yamaha detém também quatro posições do ranking, da quinta à oitava, com o melhor resultado para a YBR de 150 cilindradas, com 1.993 unidades vendidas. A Fazer de 150 cilindradas é a sexta do topo 10, com 1.647 emplacamentos. O modelo YBR 125 é o sétimo mais vendido, com 1.168 unidades, seguido de Fazer 250, com 957 unidades.

O topo 10 é encerrado com os modelos GSR 125, da Suzuki, com 300 emplacamentos, e CB 300R, da Honda, com 173 unidades.

Varejo
As vendas totais no varejo totalizam 79.671 motocicletas no mês de abril, recuo de 8,4% se comparado ao montante de março, com 108.167 unidades, e de 26,3% em relação a abril de 2015 – 108.167. Levantamento da Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (ABRACICLO) aponta ainda retração de 26,6% no acumulado dos quatro primeiros meses do ano, com 319.594 motocicletas licenciadas, contra 435.127 unidades, em 2015.

Com o mesmo número de dias úteis de abril do ano passado (20 dias), a média diária de vendas apresentou queda de 26,3%, passando de 5.408 para 3.984 motocicletas.

Houve recuo também nas compras de veículos pelas concessionárias em abril sobre março, de 13,6%. Em abril, as vendas no atacado totalizaram 72.197 unidades. Em relação ao mesmo mês do ano passado, quando foram comercializadas 101.999 unidades, a retração foi de 29,2%. No quadrimestre, com 286.107 motos, as vendas para as lojas caíram 35,1%.

“Assim como todos os setores, a indústria de duas rodas analisa com cautela os desdobramentos macroeconômicos. De qualquer forma, levamos em conta que, tradicionalmente, no segundo semestre o mercado costuma apresentar desempenho melhor, com resultados mais positivos”, afirma Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo.

As exportações totalizaram 4.122 unidades em abril, frente a 4.721 motocicletas no mês anterior, o que representa a um recuo de 12,7%. Em comparação ao mesmo mês de 2015, houve uma elevação de 49,3%. Nos primeiros quatro meses do ano, foram comercializadas 17.871 unidades, alta de 96,1% em relação ao mesmo período de 2015.

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Portal VOIT – www.voit.com.br

 

 

No Comments so far

Jump into a conversation

No Comments Yet!

You can be the one to start a conversation.

Deixe uma resposta