Em SP, 154 motoristas são flagrados alcoolizados em blitze antiálcool

Em SP, 154 motoristas são flagrados alcoolizados em blitze antiálcool

Em SP, 154 motoristas são flagrados alcoolizados em blitze antiálcool

by 21 de janeiro de 2015 0 comments
22 motoristas flagrados em blitze responderão por crime de trânsito

22 motoristas flagrados em blitze responderão por crime de trânsito

Um total de 154 motoristas de nove cidades no Estado de São Paulo foram flagrados no último fim de semana sob efeito de álcool durante blitze do Programa Direção Segura, coordenadas pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran-SP).

As ações foram realizadas entre a noite de sexta, 16, e a madrugada de sábado, 17, na região central da capital, em Bauru, Santo André, Santos, São José dos Campos, São José do Rio Preto e Sertãozinho. De sábado, 17, a domingo, 18, as equipes se concentraram em Jaú e Osasco. Foram aplicados mais de 1.700 testes de bafômetro.

A multa aplicada para os condutores autuados é de R$ 1.915,40. Além disso, o motorista responde a processo administrativo e pode perder o direito de dirigir por 12 meses. Dos 154 cidadãos flagrados ao volante sob efeito de álcool, 22 responderão na Justiça por crime de tânsito, já que apresentavam 0.34 miligramas de álcool por litro de ar no exame. Podem ser condenados a cumprir pena de seis meses a três anos de prisão, punição instituída na nova fase da Lei Seca.

A nova legislação dá direito a ampla defesa ao motorista flagrado em blitze alcoolizado. Em caso de reincidência, o valor da multa é dobrado.

O Programa Direção Segura foi lançado no Carnaval de 2013. Participam das operações equipes do Detran-SP, das polícias Militar, Civil, Científica, e Corpo de Bombeiros. Em quase dois anos desde o lançamento, foram submetidos a testes de bafômetro 32.777 motoristas. Mais de 3,2 mil pessoas foram flagradas dirigindo alcoolizadas e, destas, 610 cometeram crime de trânsito.

Consumo de álcool caiu 45%
Estudo do Ministério da Saúde mostra que cada vez mais motoristas têm tomado consciência dos riscos da combinação entre direção e álcool. Levantamento aponta uma redução de 45% em sete anos, desde que a Lei Seca entrou em vigor, de condutores que assumem a direção do automóvel alcoolizados.

A pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico ouviu 53 mil pessoas no ano passado e mostra que os homens estão mais conscientes que as mulheres, com 47% de redução no consumo de bebidas alcoólicas associado à direção. Foi identificado ainda a diminuição de 62% no consumo de álcool por motoristas na faixa de 35 a 44 anos. Os melhores resultados foram apontados em Salvador, Maceió, Macapá, Porto Velho, Palmas e Belo Horizonte.

A violência no trânsito é uma das principais causas de mortes. Em 2012, foram registradas 44,8 mil mortes por acidentes. Já as internações no Sistema Único de Saúde (SUS) somam 169.869 em 2013, um custo de R$ 229 milhões.

No Comments so far

Jump into a conversation

No Comments Yet!

You can be the one to start a conversation.

Deixe uma resposta