Alarico, da Fenabrave: “Governo precisa fazer a economia andar”

Alarico, da Fenabrave: “Governo precisa fazer a economia andar”

Alarico, da Fenabrave: “Governo precisa fazer a economia andar”

by 8 de dezembro de 2015 0 comments
Alarico: "Brasileiro não aguenta mais tanto imposto"

Alarico: “Brasileiro não aguenta mais tanto imposto”

A Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave) encara um período nada fácil. No ano em que a entidade celebra seu 50º aniversário, a rede de concessionárias associadas amarga queda de 21% nas vendas. O volume de emplacamentos regressou duas décadas e o setor se queixa da falta de apoio do governo federal para aquecer os motores da indústria. O presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, afirma que é papel do governo fazer a economia andar e se queixa da taxação de impostos.

Leia também: Linhas de financiamentos são aposta para salvar mercado de veículos

Em entrevista publicada na revista do Centro de Experimentação e Segurança Viária – CESVI Brasil -, Alarico diz que um dos grandes desafios para o setor é a carga tributária. “Não tivemos redução de nenhum imposto, de nenhuma carga tributária. Nós temos certeza, e comungamos com o resto da sociedade, que o imposto no Brasil, independente de ele ser relacionado ao automóvel ou não, é extremamente pesado para todos. Ainda mais quando querem alterar a alíquota de imposto já existente ou criar novas taxações. Sou totalmente contra”, reforça.

A alta dos juros é um vilão para o mercado que depende fortemente de linhas de financiamento. “A consequência disso é que, subindo os juros, o governo dificulta ainda mais para quem quer comprar veículo, que são os nossos clientes. Sem sombra de dúvida, os juros lá em cima influenciam muito no desempenho do nosso mercado negativamente”, completou.

As expectativas para o próximo ano são de retomada nas vendas, ainda que de forma tímida. A turbulência no mercado não deve passar de uma hora para outra. Alarico acredita que o primeiro semestre será…[MAIS]

Pages: 1 2

No Comments so far

Jump into a conversation

No Comments Yet!

You can be the one to start a conversation.

Deixe uma resposta