Atendimento do Detran do Paraná por telefone agora é 24 horas

Detran do Paraná agora disponibiliza atendimento 24 horas
Detran do Paraná agora disponibiliza atendimento 24 horas

O Atendimento do Detran do Paraná (Detran-PR) por telefone agora funciona em regime 24 horas. Informações sobre processos de veículos, habilitação e infrações podem ser obtidas pelo número 0800 643 7373 a qualquer hora do dia e da noite, inclusive aos sábados e domingos, sem custos. Antes, o serviço funcionava disponível de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

“A ampliação do horário da central telefônica é uma demonstração de que o serviço de atendimento ao cidadão é, para Governo do Paraná, um instrumento estratégico de relacionamento”, afirma a direção geral do Detran do Estado do Paraná.

Além de aumentar o horário de funcionamento, o Detran-PR ampliou também a equipe para comportar a demanda extra. O serviço que recebeu 27.366 ligações em 2013 tem registrado agora em 2014, em média, 2 mil ligações por dia. O número de atendentes mais que dobrou, passou de 20 para 50 funcionários para prestar o atendimento aos paranaenses.

Com as mudanças e adequação do serviço para 24 horas diárias, que estavam em adaptação e testes, o número de ligações abandonadas pelo usuário caiu 75% em dezembro de 2013, na comparação com o mesmo mês de 2012. A queda acompanha a diminuição no tempo de espera por atendimento. Antes, nos horários de maior procura, o cidadão ficava até vinte minutos aguardando na linha. Hoje o prazo máximo é de 30 segundos.

Além do 0800 643 7373, o cidadão pode encontrar informações no site do Departamento, no www.detran.pr.gov.br.

Cuidado com falsos e-mails
O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) alerta sobre falsas informações divulgadas na internet por meio de e-mails e redes sociais. São avisos não-oficiais, com conteúdo improcedente, sobre serviços do Detran e legislação de trânsito. De acordo com o departamento, além de conter informações erradas, esses e-mails podem representar risco no caso de apresentarem links que, abertos, dão a criminosos acesso a dados cadastrais e bancários.

Frota dobra em 10 anos no Paraná

PR tem um veículo registrados por dois habitantes
PR tem um veículo registrados por dois habitantes

O estado do Paraná dobrou o total de veículos em 10 anos. O Estado já tem a terceira maior frota do Brasil com 6.008.734 veículos em circulação, atrás de São Paulo (23,6 milhões) e Minas Gerais (8,5 milhões).

Curitiba é o município paranaense com mais carros nas ruas e já registra 1.331.277 veículos. Londrina, na região Norte, conta 334.916 veículos e Maringá, no Noroeste, tem 280.916. Carros, motos, ônibus, caminhões, entre outros veículos equivalem a mais da metade da população paranaense, um total de 10,4 milhões de pessoas. A média é de um veículo registrado a cada dois paranaenses.

A cada mês entra em circulação 31 mil veículos novos no Paraná. No primeiro semestre de 2012 foram 217 mil emplacamentos. Segundo o Detran-PR, uma série de medidas são adotadas para garantir a segurança no trânsito. Para auxiliar as cidades menores, que ainda não têm o trânsito municipalizado e também aproximar a gestão do trânsito das pessoas, o Detran do Paraná propôs uma parceria que garante apoio técnico e financeiro para questões de sinalização viária e engenharia. Em 2013, são 59 cidades conveniadas. Em 2014, serão atendidas mais 90.

Da Redação 

Detran-PR dá orientações sobre novas regras do DPVAT

O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) e a Secretaria Estadual da Fazenda alertam os proprietários de veículos registrados no Estado sobre a mudança no calendário de pagamento do Seguro Obrigatório (DPVAT).
O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) e a Secretaria Estadual da Fazenda alertam os proprietários de veículos registrados no Estado sobre a mudança no calendário de pagamento do Seguro Obrigatório (DPVAT).

O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) alerta proprietários de veículos registrados no Estado sobre a mudança no calendário de pagamento do Seguro Obrigatório (DPVAT). A partir deste ano, por determinação do governo federal, o vencimento do seguro coincidirá com o calendário de pagamentos do IPVA.

O boleto bancário para pagamento não será mais enviado ao usuário e deverá ser impresso pelo site www.dpvatsegurodotransito.com.br. A cobrança será feita por ficha de compensação pagável em qualquer banco. A alteração atende a uma resolução do Conselho Nacional de Seguros Privados, do Ministério da Fazenda, que definiu que a emissão do boleto seria feita pela Seguradora Líder, escolhida para o processamento.

A mudança aconteceu também porque, a partir de 2014, motos, ônibus, microônibus e vans poderão parcelar o DPVAT em até três vezes. As parcelas seguirão o calendário de pagamentos do IPVA, independente do parcelamento do imposto ou se o veículo é isento do mesmo.

No caso de falta ou atraso no pagamento, o proprietário do veículo fica descoberto do seguro em caso de acidente de trânsito e o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo não será entregue.

Para tirar dúvidas, o usuário pode ligar para o SAC DPVAT, no número 0800 022 12 04.

Com assessoria de imprensa