Massa falida da Busscar vai a leilão pela última vez

Fábricas em Santa Catarina poderão ser arrematadas por metade do valor avaliado
Fábricas em Santa Catarina poderão ser arrematadas por metade do valor avaliado

Com praticamente metade de seu valor avaliado, que totaliza R$ 294 milhões, a massa falida da Busscar, empresa brasileira que fabrica carrocerias de ônibus, vai pela terceira – e última vez a leilão. É a tentativa final de recuperar a empresa e garantir o retorno das atividades.

O pregão, na modalidade presencial, será realizado nesta quinta-feira, 7, às 14h, na Associação Empresarial de Joinville (SC). Somadas, as três unidades da empresa poderão ser arrematadas por R$ 144 milhões.

A principal fábrica é a de carrocerias, localizada na capital catarinense, que tem lance inicial de R$ 122,4 milhões. As outras duas – uma no Distrito de Pirabeiraba, também em Joinville, e em Rio Negrinho, terão lances iniciais de R$ 12,9 milhões e R$ 8,8 milhões, respectivamente. AS unidades também estarão disponíveis para arremate separadamente, incluindo todos os equipamentos e pagamento em até 60 parcelas.

Se não houver interessados, as tentativas de vendas de sua operação serão encerradas e, no mesmo dia, terá início a segunda etapa do leilão, onde os itens parte por 59% do valor da avaliação. Nesta fase, o pregão será voltado para a venda dos ativos da linha de montagem, que possuem valor agregado de aproximadamente R$ 51milhões, e todo o suporte a fabricação, que chegam a cerca de R$ 81 milhões. Como na primeira fase, também será permitido o pagamento parcelado dos bens em até 60 parcelas.

Dívida
A dívida da Busscar chega aos R$ 1,7 bilhão. Deste montante, R$ 195 milhões são de dívidas trabalhistas. O banco Santander tem R$ 143 milhões para receber do grupo.

A Busscar encerrou as atividades em 2012, quando a 5ª Vara Cível da Comarca de Joinville decretou a falência do grupo. A empresa, que atuava há 60 anos no mercado, abriu a concorrência para outros grupos com a crise interna.

Karmann-Ghia
Outra empresa histórica que enfrenta problemas no Brasil é a Karmann-Ghia. Metalúrgicos entrarão na Justiça com o pedido de falência da fábrica de peças automotivas por abandono de patrimônio. O Sindicato dos Metalúrgicos do ABC analisa que a opção é a mais viável para iniciar o processo de retomada das atividades da fábrica.

A decisão foi tomada durante ocupação da empresa, que já durava 48 dias. Os trabalhadores da empresa aceitaram a proposta em assembleia e decidiram permanecer no espaço.  “A ocupação é importante para garantir a permanência do maquinário e, assim, poder defender o que é de direito dos trabalhadores. É com a luta e a união dos companheiros que vamos encontrar soluções e exigir respeito”, afirma Rafael Marques, presidente do Sindicato.

De acordo com o sindicalista, a empresas está abandonada. Falta até energia elétrica por falta de pagamento. Há anos, afirma Marques, trabalhadores são prejudicados por erros administrativos da direção, situação que só piorou com o passar do tempo. “Os atrasos nos salários eram constantes e os benefícios trabalhistas deixaram de ser pagos. Fizemos várias tentativas de acordo, mas todos acabavam sendo descumpridos”, criticou.

O Sindicato tem também dialogado com várias empresas credoras da Karmann-Ghia em busca de soluções. “O maior patrimônio da empresa são os trabalhadores. Não estamos pensando somente nos direitos, mas em construir alternativas e voltar a operar”.

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Portal VOIT – www.voit.com.br

 

Carros e motos de luxo de traficantes vão a leilão no MS

Amarok a diesel é uma das opções de lance
Amarok a diesel é uma das opções de lance

Veículos usados para o tráfico de drogas no Mato Grosso do Sul podem ser arrematados em leilões promovidos pela Internet. São 104 lotes de automóveis aptos para a circulação e sucatas recolhidos em ações das polícias no Estado.

Em um dos leilões, a oferta é de 51 lotes entre motocicletas e carros populares, de luxo e até caminhões. Os lances iniciais são de R$ 100. Entre as opções estão uma picape GM Silverado, ano 2010, com motor a diesel, com lance inicial de R$ 3 mil. A lista completa pode ser conferida aqui.

O leilão tem participação aberta a pessoas físicas e jurídicas. Lances serão aceitos até dia 23 de maio e os lotes poderão ser visitados nos dias 19 e 20, nos endereços onde estão depositados, indicados junto à descrição dos lotes, das 8h30 às 17h30 e das 13h30 às 17h30, oportunidade que é permitida somente a avaliação visual dos bens.

Outro leilão em andamento oferece 53 lotes entre motocicletas, carros e caminhões. Na lista, que pode ser consultada no link, destaca-se uma picape Volkswagen Amarok, ano 2013, com motor a diesel e tração 4×4. O modelo vem sendo disputado e, do lance inicial de R$ 6 mil, já chega a R$ 46,8 mil depois de 100 propostas pela internet. Outros destaques são um Honda Civic LXS Flex, bicombustível, ano/modelo 2008, que começou o remate à R$ 2 mil, uma Scania, modelo R124 à diesel, ano/modelo 2004 com lance inicial de R$ 45 mil e para os colecionadores tem um Chrysler, modelo Cherokee, cor preta, ano/modelo 1993 que pode ser arrematado por R$ 1,8 mil.

Em atendimento ao Sistema Nacional de Políticas sobre Drogas, recursos adquiridos a partir dos leilões serão revertidos ao Fundo Nacional Antidrogas (FUNAD), celebrado por meio de convênio com a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública e o Conselho Estadual Antidrogas de Mato Grosso do Sul (CEAD), que prevê a devolução de 80% dos recursos arrecadados com os leilões para o Estado de Mato Grosso do Sul. Outras informações podem ser obtidas no Conselho Estadual Antidrogas, pelo telefone (67) 3318-6912.

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Portal VOIT – www.voit.com.br

RS vai leiloar 2,3 mil veículos e sucatas em abril

Leilões têm sucatas e veículos que podem voltar a circular
Leilões têm sucatas e veículos que podem voltar a circular

Mais de 2,3 mil veículos e sucatas apreendidos em 16 pátios do Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Sul (Detran-RS) serão leiloados até o fim do mês. Os itens não foram reclamados pelos proprietários no intervalo de 60 dias, conforme prevê a legislação.

Nesta quinta-feira, 417 bens estão à disposição para arremate entre sucatas para reciclagem ou veículos aptos para voltar a circular, sem restrições judiciais e desvinculados de qualquer pendência legal ou financeira. Entre os 16 veículos com direito a documentação, o veículo de menor valor no lance inicial, a R$ 6,5 mil, é um Volkswagen Gol, ano 2006, motor flex. Já o veículo de maior lance, a partir de R$ 25,8 mil, é um Toyota Corolla, ano 2010.

No dia 14, em São Luiz Gonzaga, serão leiloados 396 itens. E no dia 20, em Porto Alegre, 379 veículos e sucatas. Em Pelotas, no dia 28, haverá o leilão de 1.14 bens.

Podem participar pessoas físicas e jurídicas de qualquer natureza. Para arrematar o lote, o comprador deverá apresentar no ato o RG, CPF e comprovante de residência, se pessoa física; contrato social ou cópia autenticada, CNPJ, RG e CPF do representante, se pessoa jurídica. A compra de sucatas somente poderá ser realizada por empresas que atuam como desmanches de veículos, venda de peças usadas e reciclagem de sucatas registradas no Detran.

Confira aqui o calendário os demais leilões agendados e os detalhes de veículos ofertados.

Desmanches
Em mais uma ação da força-tarefa formada pelo Detran-RS e Secretaria de Segurança Pública, desmanches ilegais foram fechados em Porto Alegre e em Viamão. Equipes encontraram peças provenientes de veículos roubados. Quatro pessoas foram presas e toneladas de sucatas, apreendidas.

A Operação Desmanche já soma…[LEIA MAIS]

Leilão virtual da Itaipu tem Corolla, Ranger e S-10. Confira mais opções de lance

Picape Ranger, da Ford, pode ser arrematada pelo lance inicial de R$ 44 mil
Picape Ranger, da Ford, pode ser arrematada pelo lance inicial de R$ 44 mil

A Usina de Itaipu vai leiloar 49 veículos que compuseram sua frota. Entre os modelos, que poderão ser arrematados pela Internet, estão sedans e picapes com até seis anos de uso e com preços abaixo da tabela.

Entre os 43 automóveis o destaque é o sedan Toyota Corolla, ano 2009, com motor 1.8 litro. O lance inicial é de R$ 31,1 mil para cada uma das três unidades disponíveis. No mercado, o modelo é avaliado em R$ 39 mil. Outro sedan médio ofertado é um Renault Fluence, motor 2.0, ano 2012, ao lance inicial de R$ 30,8 mil. No preço de tabela, o carro sai por R$ 37,3 mil.

Leia também: Confira dicas para não entrar numa fria na hora de comprar carro em leilão

Ainda entre os automóveis leves, há 12 unidades do Fiat Palio, ano 2010, a partir de R$ 17,1 mil. A partir de 16,2 mil, é possível também adquirir uma das sete unidades do Ford Fiesta, ano 2009. Nos lotes estão incluídos ainda sedans compactos Logan, da Renault, a partir de R$ 15,7 mil; e uma Fiat Doblo por R$ 27,6 mil.

As três picapes Ford Ranger, ano 2011 ,com motor a diesel, têm…[LEIA MAIS]

Leilão em SP tem modelos desejados com lances a partir de R$ 6 mil

Civic tem lance inicial de R$ 14 mil
Civic tem lance inicial de R$ 14 mil

Pelo menos 26 veículos poderão ser arrematados em leilão pela internet e presencial realizado pelo Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP) na terça (29) e quarta-feira (30) em Embu das Artes. Entre os modelos que podem ser adquiridos por valores muito abaixo do preço de tabela estão carros desejados como o Honda Civic, Fiat Punto e Ford Ecosport.

O sedan da Honda, por exemplo, pode ser adquirido por lances a partir de R$ 14 mil. O modelo, ano 2009, e com motor 1.8 litros, é avaliado pela Tabela Fipe com preço mínimo de R$ 32 mil no Estado.

Leia também: Confira dicas para não entrar numa fria na hora de comprar carro em leilão

Já o Punto pode ser arrematado pelo lance inicial de R$ 6 mil. Nas mesmas configurações, o carro ano 2008 com motor 1.4L é encontrado no mercado convencional a partir de R$ 20 mil. O utilitário esportivo da Ford, ano 2006 e com motor 1.6L, tem lance inicial de R$ 10 mil. Pelo valor de tabela, o Ecosport nessas configurações é vendido a partir de R$ 19,5 mil.

Outro modelo de sucesso entre os brasileiros que está..[LEIA MAIS]

Carros vão a leilão em Osasco. Confira opções de até R$ 10 mil

Leilão será presencial e online
Leilão será presencial e online

Em tempos de crise os leilões podem ser uma boa opção para quem quer comprar o tão sonhado carro ou adquirir um modelo melhor. Nesta terça-feira, 1º, e quarta, 2, o Detran de São Paulo oferece 786 veículos para arremate em Osasco, na Grande São Paulo.

A maior parte, no entanto, tem a finalidade de sucata, ou seja, não pode voltar a circular. Já 36 deles têm direito a documentação e aparentam estar em bom estado. O Radar Nacional selecionou algum deles para que o leitor confira algumas opções a preços bem abaixo da tabela original. Confira:

VW Gol 1.0 Geração 5. Lance inicial: R$ 8,2 mil

Voyage 1.0 Geração 5. Lance inicial: R$ 8 mil

VW Fox 1.0. Lance inicial: R$ 6,8 mil

VW Polo 1.6. Lance inicial: R$ 8 mil

Picape GM Monanta. Lance inicial: R$ 7,7 mil

GM Vectra Express. Lance inicial: R$ 9,5 mil

Lance
Os veículos estão localizados no pátio do Detran de Osasco, mas se você gostou de algum deles pode também dar seu lance pela internet. Os lances poderão ser dados a partir das 10h desta terça. Mais informações no site do leiloeiro. Os veículos poderão ser visitados por possíveis compradores na segunda-feira (29/2), em horário comercial, no pátio GP Service, na avenida Edmundo Amaral, 999, em Osasco.

Pessoas físicas podem adquirir apenas veículos com direito a documentação. O pagamento deve ser feito à vista. Após o arremate de um bem com direito a documentação, os débitos ficam quitados e é necessário emitir novo documento para o veículo.

Veículos destinados ao desmonte e reciclagem podem ser comprados por empresas credenciadas junto ao Detran-SP, dentro da Lei do Desmanche. As empresas precisam comprovar…[MAIS]

Em SP, leilão online tem carro e moto de luxo

Toyota Camry: lance inicial de R$ 25 mil
Toyota Camry: lance inicial de R$ 25 mil

Carros e motocicletas apreendidos em Campinas irão a leilão nesta terça-feira, 16. Os lances já são recebidos pela internet, no site do leiloeiro. Entre os 585 veículos, sendo 44 com direito a documentação, poderão ser arrematados modelos de luxo como um Toyota Camry XLE, ano 08/08, com direito a documentação e lance inicial de R$ 25 mil e uma motocicleta Kasinski/Comet 650R, ano 10/11, com direito a documentação e lance inicial de R$ 2,8 mil.

Mais informações, inclusive fotografias, podem ser obtidas no link. Os veículos poderão ser visitados por possíveis compradores na segunda-feira (15/2), das 8h às 16h30, e na própria terça (16/2), das 8h às 10h.  Os Pátios Emdec estão localizados na rua Miguel Cascaldi Jr., 141, bairro São João, e na avenida John Boyd Dunlop, 8.050, Jardim Satélite Íris.

Como funciona
Pessoas físicas podem adquirir apenas veículos com direito a documentação. O pagamento deve ser feito à vista. Após o arremate de um bem com direito a documentação, os débitos ficam quitados e é necessário emitir novo documento para o veículo.

Veículos destinados ao desmonte e reciclagem podem ser comprados…[MAIS]

SP leiloa veículos pela internet. Confira dicas para dar o melhor lance

Confira dicas para dar o melhor lance em um leilão
Confira dicas para dar o melhor lance em um leilão

Veículos apreendidos em pátios no interior paulista vão a leilão nesta sexta-feira, 5. São 946 unidades recolhidas em pátios do Detran de Sorocaba, Piedade e Votorantim. Os lances serão aceitos pela internet.

Dos lotes, 54 veículos estão aptos à circulação, ou seja, têm direito a documentação. Os demais são destinados ao desmonte para revenda de autopeças ou reciclagem. São 709 veículos em Sorocaba (47 com documentação), 110 em Votorantim (3 com documentação) e 127 em Piedade (4 com documentação).

O leilão terá fechamento às 10h. Interessados já podem dar lances no site do leiloeiro. Mais informações, inclusive fotografias, podem ser obtidas em www.sumareleiloes.com.br. É necessário preencher um cadastro para conferir os lotes.

Os veículos poderão ser visitados por possíveis compradores nesta quinta (4/2), das 8h às 16h30, e na própria sexta (5/2), das 8h às 10h. Os pátios são: Guincho Nossa Senhora Aparecida I (rua Capitão Moraes, 511,  Cotianos) e Nossa Senhora Aparecida II (rua Giácomo Bassi, s/n, Bairro dos Pintos), em Piedade; Fast Help (av. Comendador Pereira Inácio, 2.220, Jardim Santa Fé) e Guincho Nove de Julho (rua Angelo Vial, 67, Jardim Helena Cristina), em Sorocaba; e Auto Socorro Munhoz (av. João Laureano, 81, Rio Acima) e Center Car Paraná (rua Joaquim Correia, 10, Jardim Toledo), em Votorantim.

Como funciona
Pessoas físicas podem adquirir apenas veículos com direito a documentação. O pagamento deve ser feito à vista. Após o arremate de um bem com direito a documentação, os débitos ficam quitados e é necessário emitir novo documento para o veículo.

Veículos destinados ao desmonte e reciclagem podem ser comprados por empresas credenciadas junto ao Detran-SP, dentro da Lei do Desmanche. As empresas precisam comprovar a capacidade técnica de efetuar todos os procedimentos de arremate, desde equipamentos para desmonte a descontaminação dos veículos, como a retirada do combustível, óleo do motor e do freio, baterias e pneus.

Legislação
Os leilões ocorrem dentro do que é determinado pela lei federal, ou seja, o veículo apreendido por infrações de trânsito pode ser levado a leilão 90 dias depois, caso não seja reclamado pelo proprietário.

Quando o veículo é destinado para leilão, o dono é notificado para reavê-lo em até 20 dias. Passado esse prazo, o Detran publica no Diário Oficial do Estado a notificação com o prazo de 30 dias para a retirada do veículo e quitação dos débitos, além de despesas com remoção e estadia no pátio. Depois disso, o veículo é relacionado para leilão.

Dê o melhor lance
Que está cada vez mais difícil adquirir um carro novo no Brasil não é novidade para ninguém. O mercado vive uma crise histórica e os leilões acabam sendo uma opção. O principal atrativo, sem dúvida, é o preço, que chega a ser 60% menor do que a tabela.

Com a nova lei sancionada pela presidente Dilma Rousseff, que reduz de 90 para 60 dias o prazo para o veículo apreendido ser leiloado, a oferta de automóveis para serem arrematados tende a ser ainda maior no próximo ano. Os órgãos de trânsito e leiloeiros recebem hoje lances até pela internet, como é o caso de leilão de veículos de luxos que acontece amanhã em Mogi das Cruzes. Somente o Detran de São Paulo vai leiloar nesta semana 2,3 mil veículos recolhidos em pátios de Mauá, Osasco, Votorantim, Araçoiaba da Serra, Piedade, Hortolândia, Cosmópolis e Capela do Alto.

Mas antes de pensar em dar um lance é preciso ter cautela. Os preços atraentes dos automóveis podem significar dor de cabeça mais à frente com a manutenção.  Para que o barato não fique caro, o Radar Nacional reuniu dicas do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) sobre o assunto. Veja a seguir e, se é um dos consumidores que pretende participar de um leilão, boa compra!

Dinheiro – A primeira orientação é preparar o bolso. Para dar o lance, é importante ter o dinheiro já reservado, já que a compra é sempre realizada à vista. E não é só o valor do veículo que será desembolsado. Há também outras taxas. “O consumidor deve arcar com o valor do veículo – que fica geralmente entre 10 e 20% abaixo do valor de tabela – e mais os 5% do leiloeiro”, explica o advogado do Idec, Guilherme Varella.

Manutenção – A mecânica é a parte que requer maior cautela do comprador. Por isso, é importante conhecer o veículo antes. Os Detrans geralmente abrem os depósitos para visitação um dia antes do evento e até horas antes do seu início. Levar um mecânico de confiança pode ser uma boa opção para conferir se existe a necessidade de reparos que podem tornar o veículo caro demais.

Olhar – Alguns pontos, segundo Varella, podem…[MAIS]

DF quer esvaziar pátios de apreensão neste ano

Autarquia intensifica fiscalização para apreender automóveis com grande volume de multas
Autarquia intensifica fiscalização para apreender automóveis com grande volume de multas

A partir das mudanças nas regras para veículos apreendidos, o Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) vai realizar uma série de leilões neste ano. A medida anunciada pelo órgão tem como objetivo esvaziar os espaços abarrotados de automóveis, motocicletas e sucatas que não foram reclamados por seus proprietários.

Com as alterações no artigo 328 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), veículos nestas condições podem ir a leilão 60 dias após a apreensão. Antes o prazo era de 90 dias.

O primeiro leilão do ano será em fevereiro, segundo a autarquia. A expectativa da Diretoria de Fiscalização de Trânsito é tirar dos depósitos neste semestre cerca de 2 mil veículos sendo 600 motocicletas.

Os depósitos da autarquia mantêm atualmente a guarda de 7 mil veículos. Destes, 1.082 foram apreendidos só neste mês, sendo 358 motocicletas. O volume é explicado pela fiscalização de trânsito, que tem dado foco a tirar das vias condutores sem habilitação. No ano passado, os pátios receberam 24 mil veículos, dos…[MAIS]

Carros apreendidos em Ferraz de Vasconcelos vão a leilão

Lances poderão ser feitos pela internet
Lances poderão ser feitos pela internet

Carros e motocicletas apreendidos no pátio do Detran em Ferraz de Vasconcelos na Região Metropolitana de São Paulo, poderão ser arrematados em leilão nesta quinta-feira, 14. Tratam-se de 473 veículos apreendidos por infrações de trânsito, sendo 33 com direito a documentação, ou seja, que podem voltar a circular.

O leilão será presencial e online, com início às 10h30. Quem quiser dar lances no local deve comparecer à avenida Dom Pedro II, 620, bairro Jardim, em Santo André. Mais informações, inclusive fotografias, podem ser obtidas no site do leiloeiro responsável: www.liderleiloes.com.br.

O Detran permite a visitação aos veículos apreendidos. Os portões do pátio estarão abertos nesta quarta-feira, das 9h às 12h e das 14h às 16h. O endereço é avenida Tancredo Neves, 1.565, Jardim Triângulo, em Ferraz de Vasconcelos.

Como funciona
Pessoas físicas podem adquirir apenas veículos com direito a documentação. O pagamento deve ser feito à vista. Após o arremate de um bem com direito a documentação, os débitos…[MAIS]