Detrans se articulam por redução de acidentes de trânsito com jovens

Em 2015, 52% das vítimas de acidentes de trânsito eram jovens
Em 2015, 52% das vítimas de acidentes de trânsito eram jovens

Representantes de órgãos estaduais de trânsito estarão juntos em dezembro, em Foz do Iguaçu, no Paraná, para debater soluções para os desafios no trânsito brasileiro. As transformações para tornar ruas e estradas mais seguras – e o alinhamento de políticas públicas com o objetivo de cumprir a meta da ONU de reduzir pela metade a violência no trânsito até 2020 – terão como foco o público jovem.

Será o primeiro Congresso de Trânsito, Logística e Mobilidade promovido pela Associação Nacional dos Detrans (AND). A programação, que terá a participação de prefeituras, ONGs, empresários, inclui palestras, mesas de debates e cursos voltados para o compartilhamento de ideias, tecnologias, produtos e serviços.

“Durante o evento, além da programação principal, o participante pode criar uma grade de atividades direcionada às suas necessidades, optando por participar de cursos técnicos que contribuam com suas atividades diárias ou visitando os expositores para conhecer novidades no setor”, conta o presidente da AND, Marcos Traad.

Com a temática “O jovem e a transformação no trânsito”, o congresso propõe um esforço coletivo dos diretores de Detrans do país para uma atuação voltada pra o maior grupo de risco ao volante. Em 2014, conforme estatísticas do Seguro DPVAT, das 763 mil vítimas de acidentes no país, 52% são da faixa etária de 18 a 34 anos. A imprudência, o excesso de velocidade e o consumo de bebida alcoólica estão entre as principais causas.

Especialistas da área já confirmaram presença no evento, entre eles, David Duarte Lima, presidente do Instituto Paz no Trânsito; Eduardo Biavatti, coordenador nacional do Programa de Prevenção de Acidentes da Rede Sarah de Hospitais de Reabilitação; Manuel Silvino, coordenador da campanha Não foi Acidente; Rodrigo Ramalho, autor de livros sobre educação, legislação e inteligência emocional no trânsito; e Iara Thielen, coordenadora do Núcleo de Psicologia do Trânsito da UFPR.

Entre outros assuntos a serem discutidos, Detrans, gestores e agentes municipais debaterão sobre ações educativas, vistoria eletrônica veicular, processos administrativos de infrações e avaliação psicológica de condutores.

Os congressistas terão ainda um espaço para ficar por dentro das novidades e lançamentos em produtos, serviços e tecnologia de trânsito, logística e mobilidade. A ideia é que o evento funcione também como oportunidade de bons negócios e troca de experiências de sucesso.

Acessse os outros sites da VideoPress
Portal VOIT – A Voz da TI – www.voit.com.br
Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Ação em bares de Curitiba faz motorista repensar sobre beber e dirigir

O Balde de Acidente: impacto para motoristas que frequentam bares de Curitiba
O Balde de Acidente: impacto para motoristas que frequentam bares de Curitiba

Um ferro-velho, partes de veículos destruídos e um balde. É assim que um vídeo sobre bebida e direção, intitulado “The Crash Bucket” (O Balde de Acidente, em tradução livre), ‘viralizou’ nas redes sociais no último fim de semana. A ação feita pelo Departamento de Trânsito do Paraná nos principais bares de Curitiba contou com a produção da agência de publicidade OpusMúltipla.

Pensando no grande número de acidentes com vítimas envolvendo álcool e direção, o Detran inovou ao produzir baldes de cerveja com restos de carros destruídos em acidentes. O alerta aos motoristas é feito justamente no momento mais propício: enquanto bebem.

Ao serem servidos, os frequentadores se deparavam com o material feito de reciclagem e uma mensagem do órgão de trânsito grafada no balde antes mesmo que pudessem chegar novamente ao volante: “Este balde foi feito com partes de um automóvel destruído num acidente de trânsito. Cuidado: o próximo pode ser com o seu carro. Não dirija depois de beber”.

A ação despertou a curiosidade de quem pedia bebida alcoólica e recebia o produto em um balde feito de material diferente do acostumado. Em uma das mesas, o reflexo da ação foi imediato e fez com que um dos amigos fosse eleito o motorista da noite – ficando sem beber, é claro.

A repercussão na página oficial do Governo do Paraná no facebook (www.facebook.com.br/governopr), somente no primeiro final de semana, apresentou alcance de mais de 2,2 milhões de usuários e ultrapassa 685 mil visualizações.

A publicação foi destaque entre os seguidores pela mensagem envolvendo consciência no trânsito, com o foco na Lei Seca. Alguns dos comentários chamavam a atenção para a simplicidade da ação e os efeitos: “Pequenas atitudes. Grandes resultados”, “reciclagem e conscientização num mesmo contexto. Amo meu Paraná”, ressaltaram.