Nova tarifa de pedágio da Ponte Rio-Niterói passa a valer. Confira valores

Cobrança de pedágio na ponte é autorizada pela ANTT

Cobrança de pedágio na ponte é autorizada pela ANTT

A cobrança de pedágio na BR-101/RJ na Ponte Rio-Niterói pela Ecoponte, concessionária vencedora do leilão de concessão realizado em março pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), está autorizada a partir desta segunda-feira, 1º. O preço da tarifa com o deságio passou de R$ 5,20 para R$ 3,70 para veículos de passeio.

O lance de tarifa proposto pela empresa foi de R$ 3,28442, diferença de 36,67% do valor máximo estabelecido no edital e o montante oferecido pela empresa vencedora da concessão. A diferença entre a proposta da Ecoponte e a tarifa a ser cobrada se deve à projeção da variação do IPCA em relação à data base do contrato, janeiro de 2014.

Contrapartida
A concessionária vencedora da licitação investirá R$ 1,3 bilhão ao longo do contrato. A contrapartida da empresa inclui obras para o Estado do Rio de Janeiro que ajudarão a diminuir o trânsito e o fluxo da Ponte Rio-Niterói.

Entre as principais obras obrigatórias iniciais, a concessionária deverá instalar uma alça de ligação do sistema rodoviário
à Linha Vermelha. O dispositivo vai desafogar o trânsito na Avenida Brasil, usada por motoristas com destino à Baixada Fluminense e à Rodovia Presidente Dutra.

A obra na Avenida Portuária, outra contrapartida, vai permitir o acesso de veículos pesados da Avenida Brasil à área do porto, o que vai evitar a passagem dos caminhões às vias de acesso e saída da ponte.

Uma passagem subterrânea sob a Praça Renascença, em Niterói também deve aumentar a fluidez no sistema rodoviário. Além de reduzir os congestionamentos sobre a Ponte no sentido Niterói-Rio, as obras iniciais vão beneficiar motoristas que vão
em direção ao Centro, Zona Sul e Zona Norte. Diariamente, a ponte recebe 151 mil veículos.

O contrato de concessão também estabelece outras exigências como atendimento médico de emergência ao usuário, socorro mecânico, combate a incêndios e apreensão de animais na faixa de domínio. Bases operacionais de atendimento deverão ser instaladas ao longo dos 13,2 quilômetros de extensão da ponte.

A Ponte Rio-Niterói foi inaugurada em março de 1974 e concedida para a iniciativa privada em 1995, sendo o primeiro trecho rodoviário privatizado no país. É a 11ª maior ponte do mundo com 10 quilômetros de rampas e viadutos dos acessos. Além de ser a principal ligação entre Rio e Niterói, é também uma importante ligação em transportes intermunicipais e interestaduais de cargas.

Confira os valores de pedágio por categoria:

 

MAIS...

Publicidade

 

Categories: NOTÍCIAS

Deixe um comentário

Seu e-mail não será divulgado.
Campos obrigatórios são marcados com*