Haddad culpa inspeção de Kassab por perda de R$ 1,5 bi com IPVA

Haddad culpa inspeção de Kassab por perda de R$ 1,5 bi com IPVA

Overview

Inspeção teve início em 2009, na gestão Kassab

Inspeção teve início em 2009, na gestão Kassab

A inspeção veicular ambiental criada na capital paulista na administração de Gilberto Kassab provocou uma evasão em massa de veículos registrados no município. A constatação é da atual administração. Estudo divulgado pela Secretaria Municipal de Finanças aponta que as perdas chegaram a R$ 1,5 bilhão em 2009.

Segundo a gestão Haddad, muitos motorista passaram a licenciar seus veículos em outras cidades para não ficar sujeitos a multas pela não realização do procedimento. Levantamento mostra que os novos licenciamentos na capital caíram nos quatro anos seguintes desde a implantação. Mas em 2013, um ano antes de a inspeção ter sido derrubada, os emplacamentos voltaram a crescer. Os patamares de crescimento da frota voltaram a acompanhar os do Estado no final daquele ano. A diferença de repasses de IPVA, em 2014, em valores atualizados, foi de R$ 313,9 milhões.

As perdas acumuladas entre 2009 e 2015 somam R$ 1,488 bilhão (ver tabela).

Arrecadação com IPVA em SP. Fonte: Sec. Municipal de Finanças/SP

Arrecadação com IPVA em SP. Fonte: Sec. Municipal de Finanças/SP

Ainda conforme a Finanças, entre 2006 e 2008, antes da inspeção, o crescimento da frota ou o número de veículos licenciados na cidade estava no mesmo patamar de todo o Estado. A frota cresceu 5,5% no Estado e 5%, na capital. Em 2008, o crescimento foi de 7% no Estado e 6,4% na cidade.

Já em 2009, ano em que a inspeção começou, a frota continuou a crescer no Estado, mas começou a cair na cidade. Na capital, o crescimento da frota foi de 5,4% e, no Estado, de 6,8%. A diferença seguiu aumentando ano a ano desde então: em 2012, o crescimento da frota estadual foi de 5,9%, e a municipal aumentou apenas 2,4%.

Em 2014, com o contrato encerrado, os patamares de novos licenciamentos voltaram a se equiparar entre Estado (crescimento de 4,8%) e município (aumento de 4,4%). No ano seguinte, a lógica se inverteu e a frota da capital cresceu 3,5%, enquanto em todo o Estado aumentou 3,4%.

“O fim da inspeção só na cidade de São Paulo está permitindo a recuperação de frota. A tendência é começar a reverter essa perda de R$ 300 milhões por ano na arrecadação do IPVA”, afirma o secretário municipal de Finanças, Rogério Ceron. Ele destaca que, somente com esse valor que a capital perde anualmente, seria possível criar vagas em creches para 25 mil crianças.

Acesse os outros sites da VideoPress

Portal Vida Moderna – www.vidamoderna.com.br

Portal VOIT – www.voit.com.br

 

Categories: NOTÍCIAS

Write a Comment

Your e-mail address will not be published.
Required fields are marked*