Fabricado no Brasil, Citröen C3 tem avaliação ruim em teste de colisão

Fabricado no Brasil, Citröen C3 tem avaliação ruim em teste de colisão
Teste de colisão mostra fragilidade de C3 na segurança de crianças

Teste de colisão mostra fragilidade de C3 na segurança de crianças

O Citröen C3, modelo compacto fabricado no Brasil, obteve desempenho ruim no conjunto de fatores que mostram ao consumidor o nível de segurança de um veículo a partir dos testes de colisão aplicados pela Latin NCAP na América Latina. O automóvel obteve, de forma apertada quatro estrelas com relação à proteção do passageiro adulto e somente duas, para crianças.

O teste de colisão considerou a estrutura do modelo instável, apesar de os airbags frontais funcionarem de forma adequada. A comparar a versão europeia, o C3 brasileiro contém menos especificações. Faltam componentes como interruptor para desativar o airbag do acompanhante, airbags laterais e sistema ISOFIX.

O Nissan Tiida, modelo fabricado no México que teve as vendas encerradas no Brasil depois de um resultado desastroso, obteve zero estrela por falta de airbags para a proteção do ocupante adulto. Já e relação a crianças, o nível de segurança foi classificado regular, com duas estrelas. A Nissan se comprometeu a instalar o conjunto de airbags em todas as versões do veículo, que, no México, está entre os dez populares mais vendidos.

Para a Latin NCAP, os resultados do Programa de Avaliação de Carros Novos mostram avanços em relação à segurança veicular. O rendimento do Citröen avaliado é considerado “aceitável” e a reação da Nissan de incluir airbags na configuração básica do Tiida, “positiva”.

“Fico contente que estes últimos testes tenham sido feitos graças ao apoio da Bloomberg Philanthropies. O Latin NCAP está muito orgulhoso de poder trabalhar com uma das filantropias mais importantes que está desempenhando um papel fundamental na liderança da segurança viária no mundo”, afirma María Fernanda Rodríguez, Presidente da Diretoria do Latin NCAP.

Novos resultados serão apresentados neste ano, em julho, setembro, novembro e dezembro. Além de receber o apoio do Global NCAP, do International Consumers Research & Testing (ICRT) e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) com seu Fundo Coreano para Redução da Pobreza, neste ano, o Latin NCAP também conta com o suporte da iniciativa mundial de segurança viária Bloomberg Philanthropies.

MAIS...

Publicidade

 

Categories: NOTÍCIAS

Deixe um comentário

Seu e-mail não será divulgado.
Campos obrigatórios são marcados com*