Novas condições de financiamento para exportação animam indústria automotiva

Novas condições de financiamento para exportação animam indústria automotiva
Para Anfavea, medida vai contribuir com aumento das exportações de veículos

Para Anfavea, medida vai contribuir com aumento das exportações de veículos

A indústria automotiva avaliou positivamente o anúncio feito na tarde desta quinta-feira, 14, de novas condições da linha BNDES destinada ao financiamento de produtos destinados à exportação. A medida, formalizada pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), vem, segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), em um bom momento de negócios com o mercado externo.

“Recebemos com grande entusiasmo a notícia das novas condições de financiamento. Afinal, vivemos um período de excelentes oportunidades no comércio exterior e, neste contexto, medidas para reduzir custos, tornar mais ágil e simplificar os processos são extremamente benéficas para alavancar as exportações brasileiras”, afirma o presidente da Associação, Luiz Moan.

Um grupo de investidores iranianos desembarcará no Brasil na próxima semana para discutir uma compra robusta. A negociação que encheu os olhos do mercado nacional representaria a compra de 140 mil automóveis de passeio, 35 mil caminhões e 17 mil ônibus. Uma remessa que interessa muito os fabricantes que têm um estoque que equivale a 43 dias de vendas.

A comitiva iraniana dará detalhes na reunião com representantes das montadoras sobre os veículos que pretendem adquirir. A possível encomenda equivale ao volume total da produção brasileira de veículos em março.

Condições
As novas condições anunciadas pelo ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro, permitirão a redução de custos, a aceleração e simplificação no acesso aos financiamentos de pré-embarque realizados pelos bancos.

A estimativa do BNDES com as novas regras é que os financiamentos para 2016 somem R$ 15 bilhões. Mais de 3,5 mil empresas de alto valor agregado devem ser beneficiadas e, segundo o banco, terão condições de aumentar sua competitividade no mercado externo.

As linhas de pré-embarque permitem que as empresas…[LEIA MAIS]

Publicidade

 

Pages: 1 2

Categories: NOTÍCIAS

Comments

Deixe um comentário

Seu e-mail não será divulgado.
Campos obrigatórios são marcados com*